A Cumadre Fulôzinha no Parque das Ruínas

Foto divulgação

Este é o primeiro espetáculo do grupo, que nasce de experimentos, na busca da valorização da cultura nacional/regional. Trabalhando com elementos do universo interiorano baseado em lembranças e vivências, como as antigas brincadeiras infantis, as lendas rurais e sonoridades que mesclam o urbano e o rural. Fazendo com que esta viagem permita uma navegação por um “novo” mundo, em contato com a natureza e com outra geração. Destes encontros, descobrir e se aventurar pelas riquezas da cultura e folclore brasileiro.

Sinopse

Duas crianças vão passar férias no sítio do avô, distante da tecnologia e lá se deparam com a história da Cumadre Fulôzinha, uma mulher do tamanho de uma criança que vive na mata e sequestra crianças que não são batizadas, para desespero de uma das crianças que ainda é pagã.

Ficha Técnica:

Texto e direção: Sidcley Batista

Elenco: Daniel Cavalcante / Natalia Bunahum / Sidcley Batista

Cenário: Alexandre Coutinho e Leandro Galdino

Iluminação: Guilherme Malcher

Figurino: Sidcley Batista

Direção Musical: Daniel Cavalcante

Coreografia: Carolina Leão

Serviço

Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas

Endereço:R. Murtinho Nobre, 169 – Santa Teresa.
Temporada: 06 a 27 de Agosto
Domingos, 11h
Informações: 21 2215-0621 | 21 2224-3922
Ingressos: R$ 30,00
Duração: 60 min
Classificação Etária: Livre
Recomendação Etária: Crianças a partir dos 6 anos
Lotação: 80 Lugares.

Joias Nativas

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

*