Aberta temporada de cruzeiros no Brasil

Novembro marca o início do período de cruzeiros marítimos no Brasil. Segundo o calendário da Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos (Clia Abremar), esta segunda-feira (21) é marcada pela abertura oficial da temporada que segue até 18 de abril de 2017. Neste período, sete navios passarão por 13 portos nacionais com roteiros de duração mínima de três noites e máxima de 20 noites. São esperados mais de 381 mil cruzeiristas que aproveitarão 108 roteiros no país.

A Clia Abremar representa os navios que navegam na costa brasileira. Entre os critérios para se enquadrar nesta categoria estão: ter operação feita por escritórios nacionais, ter uma equipe de bordo com, no mínimo, 25% de tripulantes brasileiros e permanecer, no mínimo, 31 dias na costa brasileira.

“Com nosso vasto litoral, os cruzeiros marítimos são uma ótima opção para movimentar a economia. Temos ainda alguns desafios em áreas como infraestrutura que estão sendo discutidos com todos os envolvidos para que o setor volte a crescer”, afirmou Marco Ferraz, presidente da Clia Abremar.

Há também os cruzeiros internacionais e os chamados Open Jaw, nos quais o embarque acontece em um porto e o desembarque, em outro, porque já estão contempladas as passagens aéreas no pacote. Antes mesmo da abertura oficial da temporada, um navio de bandeira das Bahamas já aportou em Natal e Recife nos últimos dias 17 e 18, respectivamente. Considerando os cruzeiros internacionais, a capital do Rio Grande do Norte espera receber 10 navios durante a temporada 2016/2017.

De acordo com a Companhia das Docas do Rio Grande do Norte (Codern) a estimativa é que o fluxo turístico gerado pelos cruzeiros marítimos movimentará cerca de R$ 3 milhões na economia local. Já o Porto de Recife calcula que receberá, pelo menos, 20 navios até abril.

Amazonas

A temporada de cruzeiros de rio também já começou. Segundo a Amazonastour, mais de 24 mil turistas devem desembarcar em Manaus até junho de 2017, o que representa um crescimento de 40% em relação à temporada 2015/2016. A estimativa é que esses visitantes movimentem cerca de R$ 45 milhões de reais em diversos setores da economia local.

Ministério do Turismo

Deixe uma resposta