Alices, peça de Jarbas Capusso Filho, inicia nova temporada no Teatro Cândido Mendes

Foto: Paula Magoulas

 O encontro inesperado de duas mulheres desperta suas memórias e relatos de violências sofridas em seus relacionamentos. Alices foi escrito por Jarbas Capusso Filho e inspirou a montagem homônima que tem direção de Leo Gama. Em cena, as atrizes Mitzi Evelyn e Carolina Taulois trazem à tona o debate sobre a violência e impunidade contra as mulheres no Brasil. A peça volta ao cartaz no Teatro Candido Mendes,no dia 4 de agosto. A temporada será de sexta a domingo, às 20h30, e segue até o dia 27.

 Em janeiro de 2010, em Belo Horizonte, Maria Islaine de Morais, de 31 anos, estava trabalhando quando for surpreendida pelo ex-marido, que a matou com sete tiros. Antes do crime, ele já havia ameaçado diversas vezes a vítima, que registrou pelo menos oito boletins de ocorrência contra ele. Comovido com este brutal assassinato, o dramaturgo e roteirista Jarbas Capusso Filho resolveu escrever sobre a violência contra as mulheres.

 Em 2012, a atriz Mitzi Evelyn se encantou com o texto de Capusso e se dedicou ao projeto, até então inédito no Brasil. “A peça aborda o tema de forma contundente, porém poética e lúdica. Queremos chamar atenção do público para uma reflexão sobre a violência que ainda destrói tantas mulheres”, destaca a idealizadora.

 Para dirigir o espetáculo, Mitzi convidou Leo Gama, que trabalha na TV Globo há 30 anos e atualmente é Gerente Artístico de Pesquisa de Criadores, que abrange o corpo criativo da emissora com autores, diretores e assistentes de direção. Alices marca sua estreia no teatro, como diretor. “Adaptamos o texto original a partir de um intenso trabalho feito nos ensaios”, destaca Gama, que também assina a adaptação.

 Críticas

Mitzi encarna ali a “mulher da rua”, enquanto a mondiglianescaStofella dá conta do arquétipo da “bela, recatada e quase do lar”. É o que parece, pelo menos até metade da encanação, enquanto rosários de mágoa são desfiados. Mas, a dado ponto, as narrativas se emparelham, conjugam-se, estabelecem uma relação especular de complementaridade. Mitzi e Stofella viram metades de um ente só, um ente de feições femininos… demasiadamente aberto a amar.Rodrigo Fonseca (Blog P de Pop)

 A persuasiva história de “Alices” transportada para o palco é a materialização de um espetáculo sensorial – um misto de temor e curiosidade que impulsiona e prende a atenção do espectador, que se manifesta através de sua respiração tensa, pela simples constatação do potencial de detonação da violência latente dentro de si. Paulo Salles (Site Circuito Geral)

 SOBRE LEO GAMA (DIREÇÃO E ADAPTAÇÃO)

Carioca, formado pela PUC/RJ em Publicidade e Propaganda, Leo Gama trabalha na TV Globo há 30 anos, onde iniciou sua carreira como estagiário da Agência da emissora. Foi assistente de produção, coordenador de produção e produtor de elenco. Assinou o elenco de comerciais para a Coca-Cola, Citibank, O Globo e outros. Foi um dos primeiros profissionais a ocupar o cargo de produtor de elenco da emissora. Foiassistente de direção na novela Suave Veneno, de Aguinaldo Silva e direção de Ricardo Waddington. Coordenou o departamento de pesquisa de elenco, iniciando um processo investigativo do trabalho do ator com o objetivo de revelar novos talentos. No momento, é gerente artístico de pesquisa de criadores.

 SOBRE MITZI EVELYN

Catarinense, formada em Artes Cênicas pelo Senac/SC, graduada em cinema pela Universidade Estácio de Sá, e pós graduada em Arte e Filosofia na PUC. Fez parte do elenco da peça “Zoológicos”,direção de Leandro Mariz, pela qual recebeu o prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante no XVI Festival Nacional de Teatro de Guaçuí. Atuou em “Uma Sociedade”, com direção de LeletteCoutto e “Pas-de-deux”, com direção de LuisaBresolin. No cinema, atuou em “Lua em Sagitário”, “Histórias Íntimas” e “Mea Culpa”. Na televisão, participou da série “Divã” e das novelas “I Love Paraisópolis”, “A Favorita” e “Caras e Bocas” (TV Globo). No canal GNT, atuou nos seriados “Gente Lesa gera Gente Lesa”, dirigido por Silvio de Andrade; e “Flerte”, com direção de Luciana Alcaraz. No momento, Mitzi está no ar na novela “Pega Pega” (TV Globo).

 FICHA TÉCNICA

Texto: Jarbas Capusso Filho
Direção e adaptação: Leo Gama
Elenco: Mitzi Evelyn e Carolina Taulois
Iluminação: Aurélio de Simoni
Cenografia: PatiFaedo
Figurinos: Marie Salles
Trilha original: João Paulo Mendonça
Preparação de elenco: Ana Abbott
Visagismo: Deborah Rocha
Direção de produção: Rafael Fleury
Coordenação geral: Márcio Costa
Assistente de direção: Carolina Taulois
Iluminador assistente: GuigaEnsa
Operador de luz: Ademir Lamego
Operador de som: Rafael Fleury
Contrarregra: Luis Felipe Cardoso
Alfaiate: Bené Cardoso
Bordadeira: Ale Miranda
Costureira: Fafá Casado
Pintura em tecido: Piscila Pires
Foto Still: Serginho Carvalho
Programação visual: Thiago Ristow
Standin: Ana Abbot

 SERVIÇO:

ALICES

Reestreia no dia 4 de agosto

De 4 a 27 de agosto.

De sexta a domingo, às 20h30.

Local: Teatro Candido Mendes (Rua Joana Angélica, 63 – Ipanema)

Preço: R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia)

Informações: (21) 2523- 3663

Duração: 50 minutos

Classificação indicativa: 14 anos

Gênero: Drama

 

 

 

Joias Nativas

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

*