Alto salário na China impede acerto de Jádson com o Cruzeiro

O Cruzeiro trabalhava para anunciar o meia Jádson como o grande reforço que foi prometido pelo presidente Gilvan de Pinho Tavares. Mas, de acordo com José Francisco Lemos Filho, o alto salário do jogador no Tianjin Quanjian, da China, torna a negociação impossível.

“Esse aí eu posso garantir que não vem, são salários muito altos. Impossível vir com esses salários”, disse o vice-presidente do Cruzeiro, em entrevista ao site “Superesportes”. Francisco também completou dizendo que o anúncio de um grande craque será feito pelo presidente do clube.

“Estão em andamento (as negociações). Não está no papel ainda, por isso ele (Gilvan) ainda não falou. Só ele é que pode falar. O Gilvan falando, eu confio. (O jogador) Só não vem se o valor for um absurdo”, completou.

O presidente Gilvan de Pinho Tavares garantiu que o Cruzeiro estava buscando um grande nome no mercado que seria anunciado até o dia 02 de janeiro, quando o clube faz aniversário.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

*