As Relações Humanas e o Avanço Pessoal e Profissional

Acredito piamente que a elevação do homem a um patamar superior está diretamente ligada ao cuidado que este tem com as suas relações, relações bem sucedidas não acrescentam ao homem apenas oportunidades profissionais, mas a oportunidade na essência da palavra de crescer como pessoa, de aumentar sua qualidade de vida e principalmente de ampliar seu leque de conhecimentos.

A troca mútua gera crescimento, sustentação e aprendizado constante e o simples fato de acreditar e praticar este exercício de solidariedade já fará deste homem um ser diferenciado de tantos outros que primam pelo egoísmo por acreditarem que a maior fatia do “bolo financeiro” levará a este ser mais respeitado, qualificado, realizado e detentor da verdade.

Costumamos atrelar sucesso ao desempenho econômico das pessoas, mas temos diversos casos registrados de pessoas milionárias e infelizes, pessoas que atingiram patamares bastante elevados financeiramente, mas que nunca tiveram uma amizade verdadeira, um amor real , uma vida qualificada, enfim nunca se encontraram com a verdadeira felicidade.

Felicidade: O que dizer desta tão sonhada e falada palavra? Segundo Aristóteles, felicidade são momentos que você gostaria que durassem, são momentos que geram alegria e alegria é a passagem para o estado mais potente do próprio ser.

Logo, se eu entender que felicidade e alegria trabalham juntas e estas dependem de momentos, chegamos então ao ponto mais relevante do nosso texto, se eu acredito que momentos dependem também das relações e as relações estão no seu dia a dia, a felicidade deixa então de ser encarada como meta e é convertida de sonho para a vida, ou seja, eu paro de ficar sonhando em alcançar a felicidade pois ela não tem mais característica de meta e passo a viver intensamente os momentos que me serão proporcionados pela vida.

Estes exercícios que tem como hábito as boas relações, implicarão em todas as áreas da vida deste homem, fará dele uma pessoa mais realizada, pois as relações impulsionam as conquistas pessoais, profissionais e principalmente o maior reconhecimento de todos, a admiração.

Uma vida bem vivida é aquela que conseguiu construir ao longo de sua trajetória relações bem sucedidas e junto a estas relações, a admiração dos seus interlocutores.

Dentro das empresas isso ficará nítido aos olhos de quem se relaciona com este homem, este acrescentará sempre ao meio em que convive, pois agirá local pensando global, a ação deste profissional não se limitará ao convívio meramente pragmático, mas sim ao convívio humano, entendendo que os resultados provêm das boas relações ente equipes e seus gestores e estes passam pelo alimento ao bom convívio.

A perenidade deste bom convívio dependerá da administração individual de cada um em torno da inteligência compartilhada em busca do aperfeiçoamento da convivência, pois sabemos que nem tudo são flores e que momentos de conflitos são inevitáveis e que não será a fuga e negligencia deste fato que resolverão os mesmos, mas sim em entender que o tempo e os apetites diferentes entre os seres em convívio geram interesses que nem sempre são compactuados por todos, o melhor caminho então a seguir será sempre a flexibilidade entre os seres, por isso a necessidade da inteligência compartilhada em prol do aperfeiçoamento da convivência.

“O Equilíbrio do homem se traduz na sua capacidade de lidar com as adversidades. ” André do Carmo

Joias Nativas
Compartilhar
Artigo anteriorConfiança – A Credibilidade a serviço das Organizações
Próximo artigoA Empresa que pensa grande, pensa no RH estrategicamente
André do Carmo
Diretor da RH Sênior Consultoria e Treinamento, Professor e Consultor de recursos humanos, administração e finanças, especialista em sistemas de recompensas como: cargos e salários, remuneração variável, benefícios e avaliação de desempenho. Atuou em grandes empresas com destaque para: PricewaterhouseCoopers, Coca-Cola e Banco Safra S/A, onde desenvolveu diversos projetos na área administrativa, financeira e de recursos humanos. Especialista em recursos humanos e administração estratégica, ministrou aulas em MBA de Gestão de Pessoas na Unigranrio e SENAC – FATEC, em disciplinas voltadas para cargos e salários e avaliação de desempenho.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

*