Ataque praticado por suicidas deixa pelo menos dez mortos no Iraque

Pelo menos dez pessoas morreram, entre elas mulheres e crianças, e mais de 13 ficaram feridas em um ataque praticado por pelo menos 12 suicidas no povoado de Al Baghdadi, no oeste da província iraquiana da Al Anbar, informou nesta sexta-feira (23) à Agência EFE uma fonte policial.

Entre 12 e 15 suicidas fizeram um ataque esta madrugada nesse povoado, situado cerca de 140 quilômetros ao Oeste de Ramadi, capital da província da Al Anbar, no Oeste do Iraque, que causou a morte de oito civis, entre eles quatro mulheres e uma criança, e dois soldados, segundo a fonte.

Além disso, mais de 13 pessoas ficaram feridas e foram levadas pelas forças iraquianas a uma base militar chamada Ain al Assad, próxima a Al Baghdadi.

Entre os feridos estão um tenente coronel e um soldado, sobre os quais a fonte não detalhou se estão em estado grave.

Alguns dos suicidas se explodiram em duas casas, e os demais foram abatidos pelas forças de segurança iraquianas, acrescentou a fonte policial.

Por enquanto, nenhum grupo assumiu a autoria deste ataque.

Após o atentado, as unidades policiais impuseram um toque de recolher em Al Baghdadi com o objetivo de evitar mais ataques.

No momento, as zonas de Anah, Rawa e Al Qaim, todas no Oeste do Iraque e perto da fronteira com a Síria, ainda estão sob controle do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) na província da Al Anbar.

Atualmente, o Exército iraquiano desenvolve uma ofensiva contra os jihadistas no norte do país para expulsar o EI da cidade de Mossul, seu último bastião urbano no Iraque.

O EI conquistou amplas partes do Norte, no Centro e no Oeste do Iraque em 2014, mas perdeu a maioria dos seus domínios perante o avanço das forças governamentais desde o ano passado.

Agência Brasil

Joias Nativas

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here