Ato em defesa do SUS marca abertura de evento sobre saúde das mulheres

Foto: Marcello Casal/Arquivo/Agência Brasil

Começa hoje (17), em Brasília, a 2ª Conferência Nacional de Saúde das Mulheres (2ª CNSMu), que tem como tema Saúde das mulheres: Desafios para a integralidade com equidade”. A organização pretende fomentar a discussão sobre a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde das Mulheres, contando, para isso, com cerca de 1.800 pessoas vindas de todos os estados da federação. A primeira edição do encontro ocorreu em 1986.

Antes da abertura oficial, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, parte das delegações participou de caminhada pelo Eixo Monumental, na capital federal. Segundo o Conselho Nacional de Saúde (CNS), mulheres eram maioria no ato, que defendeu a importância do Sistema Único de Saúde (SUS) e da garantia de financiamento para políticas sociais.

Nos próximos dias, a discussão na conferência será organizada em quatro eixos: o papel do Estado no desenvolvimento socioeconômico e ambiental e seus reflexos na vida e na saúde das mulheres; o mundo do trabalho e suas consequências na vida e na saúde das mulheres; vulnerabilidades nos ciclos de vida das mulheres na Política Nacional de Atenção Integral a Saúde das Mulheres e políticas públicas para mulheres e participação social.

A conferência foi convocada pelo Ministério da Saúde, que deve presidi-la, e é coordenada pelo Conselho Nacional de Saúde. Os debates se estenderão até o dia 20.

Agência Brasil

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

*