Autora de 21 anos, Carolina Michels estreia na Bienal com seu segundo livro, “Um coração um pouco errado”

Foto divulgação

A autora Carolina Michels impressiona. Com apenas 21 anos, a carioca lança seu segundo livro, “Um coração um pouco errado” (Ed. Schoba), com prefácio da jornalista Daiana Garbin e contracapa assinada pela youtuber Nayara Rattacasso. O gosto pela leitura teve início na infância e aos 13 anos Carol começou a rabiscar seus primeiros textos. Logo teve a ideia de lançar um blog, o “Eu Posso Quase Tudo”, no qual reunia seus pensamentos, dicas editoriais e de filmes.

O sucesso foi tanto que a menina se espantou. Começou a ver seus escritos sendo compartilhados, comentados e de uma hora para outra se tornou uma referência literária entre os amigos. Foi aí que resolveu lançar, aos 17 anos, seu primeiro livro “Meus Encantos”, que ganhou nada mais que o prefácio escrito pelo dramaturgo e roteirista Aguinaldo Silva.

“Quem é essa garota que, ainda tão nova, já tem tantos sentimentos e sensações guardados na memória e pode escrever sobre eles de modo tão sutil, tão delicado e ao mesmo tempo tão identificado com as pessoas de sua idade? Carolina Michels surge como uma voz autorizada: é uma menina que escreve para suas contemporâneas, que as entende e que procura traduzir, através de uma escrita de extrema delicadeza, o que lhes vai na alma e no coração”, comentou Aguinaldo.

Quatro anos depois, a guria está de volta com uma nova publicação. Um livro de contos inspirados em músicas que marcaram sua vida. De Ana Carolina a Adriana Calcanhoto, passando por Gilberto Gil, Chorão, Samuel Rosa, Sandy, Lulu Santos e Djavan, entrou de tudo um pouco em sua seleção musical (que estará disponível numa playlist do Spotify).

Em “Um coração um pouco errado”, a jovem autora fala de igual para igual com a sua geração. Os textos escritos dos 18 aos 21 anos traduzem, de maneira coloquial, situações e sentimentos vividos por ela e por sua trupe. Sobre o título escolhido, ela explica: “Meus amigos e minha família sempre me falaram que eu era extremamente sensível e que por isso o meu coração tendia a ser um pouco mole. Então o nome nasceu daí, da ideia de expor meus sentimentos da forma como o meu coração é”.

Sobrinha bisneta do poeta Raimundo Corrêa, Carolina Michels herdou no sangue o poder de se expressar através da escrita. No conto “Namore uma garota que lê”, ela diz: “Ela é diferente das outras porque conhece vários mundos. Namore uma garota que lê porque ela vai saber todas as teorias de um amor avassalador e vai querer viver na prática com você. Uma garota que lê tem mais conhecimento. Ela conhece a vida mesmo sem tê-la vivido. Ela sabe que Harry Potter não existe, mas que o mundo pode ser cercado de magia. Namore uma garota que lê porque ela vai saber usar a imaginação para te fazer feliz. Ela vai buscar em seu banco de dados literários citações que te façam sorrir”.

Estudante do último ano de Publicidade na PUC, a escritora vibra ao falar sobre a estreia na Bienal do Livro, onde estará nos dias 08, 09 e 10 de setembro no estande da Editora Schoba. “Sempre foi meu evento preferido. De dois em dois anos, esperava por isso. Em 2015, dei uma de maluca e levei meu primeiro livro na mochila para tentar vender. No final do dia o meu saldo foi de 15 livros vendidos. Não foi muito, mas já foi um presentão. Agora, então, participar como convidada oficial é uma emoção indescritível”.

Trecho Prefácio Daiana Garbin:

Carolina é uma escritora que escancara o coração. O dia em que li este livro tive uma linda surpresa. Quando parece ter sido escrito por uma doce princesa encantada, Carol solta um “foda” no meio de um texto poético e, assim, nos puxa de volta para realidade e mostra que todos temos limites quando nossa alma é ferida. Até a mais doce das criaturas sente como é foda viver. A cada página ela nos relembra como somos humanos. Carolina não tem um coração um pouco errado. Ela tem um coração que ama e sofre. Que todos tenhamos um coração errado assim!

Trecho contracapa Nayara Rattacasso:

Em pequenos versos musicais, Carol enxerga sentimentos e se expressa através de seus contos. Alguns não só vividos por ela como também por outras pessoas. “Um Coração Um Pouco Errado” é cheio de sensações de momentos difíceis e alegres, que todos nós já passamos ou iremos passar. E se engana quem acha que só irá se identificar com os fatos, pois seus contos irão fazer você parar para pensar e refletir sobre diversas situações. Certamente você também irá se apaixonar por este livro.

Sobre a autora:

Nascida e criada no Rio de Janeiro, Carolina Michels iniciou o curso de Comunicação Social em 2014. Começou a gostar de ler aos 12 anos e de escrever aos 13, quando viu na escrita uma forma de se expressar. É fã de Clarice Lispector, George Orwell, Collen Hoover, Tati Bernardi, Jane Austen, Machado de Assis, Ricardo Coiro, Meg Wolitzer e muitos outros. Desde fevereiro de 2016 realiza estágio no Gloob, cuidando de todas as redes sociais e campanhas do canal. Carol nunca foi nem a melhor, nem a pior aluna, mas suas notas sempre se destacaram em Literatura e Redação, principalmente quando envolviam processos criativos.

Serviço:

Título: Um coração um pouco errado

Editora: Schoba

ISBN: 978-85-8013-557-2

Número de páginas: 188 páginas

Valor de capa: R$ 39,90

Encadernação: Brochura

Formato 14x21cm

Lançamento:

Data: 27 de Agosto (domingo), às 16h.

Local: Livraria Travessa do BarraShopping (Av. das Américas, 4666, loja 220, Barra da Tijuca).

Lançamentos na Bienal do Rio – Stand Schoba – Pavilhão Azul J02

Quinta 07/09 das 13h30 às 15h30

Sábado – 09/09, das 18h30 às 20h30

 

Joias Nativas

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

*