Bandeira de Mello confirma apoio à Chapecoense, mas no momento certo

Foto: Gilvan de Souza / Flamengo
Foto: Gilvan de Souza / Flamengo

Alguns clubes do futebol brasileiro publicaram um comunicado, carta aberta à CBF, com medidas que planejam para ajudar a reerguer a Chapecoense. Duas medidas são apontadas como o empréstimo de atletas ao clube catarinense, assim como o não rebaixamento da equipe para a Série B do Campeonato Brasileiro pelos próximos três anos.

O Flamengo foi o único grande clube do futebol carioca que não adotou a publicação da carta em seu site oficial, mas o presidente Eduardo Bandeira de Mello explicou. O mandatário do rubro-negro afirmou que o time vai dar apoio ao clube catarinense após a tragédia, mas no momento certo.

“É muito cedo para falar em detalhes. É claro que o Flamengo irá liderar e participar do esforço para reerguer a Chapecoense, vai fazer o que for necessário. Não queria entrar nisso agora, pois isso será feito em seu devido tempo. Não é crítica a quem fez as intenções ontem, acho que foram de bom coração, mas acho que agora é hora de cuidar das pessoas que estão sofrendo”, declarou Bandeira de Mello.

Dos 19 jogadores que foram vítimas desse acidente, três atuaram pelo Flamengo recentemente: o zagueiro Marcelo e os meias Arthur Maia e Cléber Santana. Na última rodada do Brasileirão, diante do Atlético-PR, em Cutiba, o Fla deve atuar com o escudo da Chapecoense na camisa. A partida está marcada para o dia 11 de dezembro, às 17hs (de Brasília).

Deixe uma resposta