Botafogo é derrotado pelo Palmeiras e corre risco de não ir à Libertadores

Foto:Vitor Silva/SSPress/Botafogo.
Foto:Vitor Silva/SSPress/Botafogo.

Diante do líder, o Botafogo lutou muito, teve chances, mas foi derrotado por 1 a 0 pelo Palmeiras, neste domingo, no Allianz Parque. O time se manteve com 55 pontos no Campeonato Brasileiro e vivo na briga por uma vaga na Libertadores.

O próximo adversário é a Ponte Preta, sábado, na Arena Botafogo.

O JOGO

Em clima de final, um jogo tenso, brigado e emocionante. O Palmeiras começou forçando, avançando as linhas e colocando pressão. O Botafogo se defendeu bem, conteve o ímpeto do adversário e esperou o momento certo de criar.

Começando pela pressão do Palmeiras: posse de bola, movimentação, marcação no campo de ataque e cruzamentos. Teve chute de Dudu por cima e grande defeda de Sidão em cabeçada à queima-roupa de Moisés, aos 14 minutos.

O Botafogo tinha dificuldades para segurar a bola na frente e apostava nos contra-ataques. Sem chances claras, Alemão bateu duas com perigo e Rodrigo Pimpão também tentou. Aos 27, boa jogada do Palmeiras, Roger Guedes ajeitou de cabeça e Gabriel Jesus mandou para fora. Aos 29, Dudu driblou e finalizou, Sidão pegou.

A parte final do primeiro tempo foi do Botafogo, que quase marcou. Aos 39, Camilo tocou de cabeça, Neilton adiantou e Rodrigo Pimpão bateu no canto, para defesa de Jailson. Aos 44, Camilo cruzou, Carli livre não conseguiu finalizar bem. O destaque negativo foi uma entrada forte de Zé Roberto em Alemão, que tirou o lateral do jogo (Fernandes entrou). Não foi marcada a falta nem dado cartão amarelo.

A etapa final começou agitada. Dudu teve boa oportunidade e finalizou cruzado, Sidão tirou com o pé. Aos 2, Emerson arriscou, a bola desviou e Jailson espalmou. O goleiro voltou a aparecer em ótima defesa quando Neilton fez linda jogada individual, canetou seu marcador e chutou de esquerda.

Nesse período do jogo, o Botafogo controlou as ações. Teve mais a bola, trocou passes e esteve perto de marcar. Porém, apesar de boas jogadas terem sido criadas, os zagueiros do Palmeiras se jogaram para evitar finalizações em lances perigosos de Camilo e Rodrigo Pimpão.

Só que o Palmeiras não é líder à toa. Com transição rápida, pode fazer um lance aparentemente sem risco se tornar gol. Foi o que aconteceu aos 17. Dudu cruzou da direita, Gabriel Jesus não chegou para finalizar, mas dominou e cruzou na medida para Dudu cabecear para o gol, abrindo o placar.

Jair Ventura colocou Sassá e depois Leandrinho. Mas não teve mais jogo. O Botafogo tentou criar, o Palmeiras abusou da cera, de jogadores rolando no gramado e da complacência da arbitragem. A melhor chance foi do time da casa, com Roger Guedes finalizando, Sidão espalmando e Dudu mandando por cima.

O juiz deu apenas 3 minutos de acréscimo, o Palmeiras segurou a bola e o jogo acabou. Leandrinho ainda foi expulso. O Botafogo volta o foco para o jogo com a Ponte Preta.

Fonte: Site Oficial do Botafogo

Deixe uma resposta