Brasil vence a Venezuela e assume a liderança das Eliminatórias

O Brasil entrou em campo contra a Venezuela, em Mérida, sabendo que poderia assumir a liderança das Eliminatórias em caso de vitória. Sem Neymar, suspenso, Tite apostou em Willian como titular. Além disso, também no meio campo, Paulinho retornou após suspensão automática.

O Brasil começou com um ritmo acelerado, buscando as ações e tentando criar no ataque. Com dois minutos Renato Augusto tentou um chute de fora da área, mas o goleiro Hernández praticou a defesa. Aos sete, o goleiro venezuelano saiu jogando errado e deu no pé de Gabriel Jesus, o atacante ficou em liberdade e deu um toque por cobertura para abrir o placar.

A partir daí o Brasil diminuiu um pouco o ritmo, observando as ações da Venezuela e sem criar muitas chances. O time venezuelano ainda teve duas jogadas em cruzamentos, mas ambos pararam na zaga brasileira.

Paulinho teve sua chance em chute de fora da área após passe de Gabriel Jesus, mas mandou pela linha de fundo. Ainda na primeira etapa a Venezuela teve duas chances, mas em ambas a arbitragem assinalou impedimento.

Na volta para o segundo tempo as equipes voltaram sem alterações. Aos três minutos, Filipe Luís conseguiu descer pela esquerda e cruzou na boa para Gabriel Jesus, mas a finalização foi pela linha de fundo.

Até que aos sete minutos, o lance deu certo. Filipe Luis iniciou a jogada e serviu Renato Augusto pela esquerda, o meia brasileiro cruzou rasteiro e Willian fechou chutando para ampliar o placar: Brasil 2 a 0.

O técnico da Venezuela, Rafael Dudamel, resolveu mexer no time e colocou Alejandro Guerra em campo, na vaga de Juanp. Logo em seu primeiro lance, Guerra arrumou para Rondón, que bateu firme na bola, mas o chute acabou desviado pra fora.

Depois Rondón apareceu novamente, mas a finalização acabou indo pela linha de fundo. A dupla Coutinho e Gabriel Jesus funcionou mais uma vez na frente e o atacante finalizou, mas parou no goleiro. Alisson também apareceu fazendo a defesa quando Flores cobrou falta e Martínez finalizou, mas o goleiro brasileiro salvou.

Aos 28, os refletores se apagaram e a luz só voltou 20 minutos depois. Quando a partida retornou, Tite apostou na entrada de Giuliano no lugar de Philippe Coutinho. O Brasil ainda teve sua chance em chute de Paulinho de fora da área aos 36, mas a bola acabou subindo demais.

A melhor chance, no entanto, foi da Venezuela. Após cruzamento pela direita, Rondon cabeceou com muita precisão e o goleiro Alisson praticou a defesa. Depois Tite mexeu mais uma vez: Taison entrou na vaga de Willian. Mas não havia tempo para mais nada.

O Brasil chegou a 21 pontos e lidera as Eliminatórias com um ponto a mais do que o Uruguai, que agora está em segundo. No próximo dia 10 de novembro, o Brasil recebe a Argentina, no Mineirão, pela 11ª rodada do torneio.

Joias Nativas

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

*