Button diz que GP de Abu Dhabi pode ser o último de sua carreira

Já estava nos planos que Jenson Button não correria em 2017. O inglês pediu um “ano sabático”, mas se deixou a disposição da McLaren para ser pilotos de testes da equipe. Além disso, a expectativa era de retorno em 2018, mas o piloto não garantiu que volta, mesmo tendo contrato em vigor.

“Estou indo para este fim de semana pensando que esta é minha última corrida, acho que é o melhor caminho. Neste momento, nesta hora, não quero correr na F1 além desta prova”, salientou o britânico, campeão mundial de F1 em 2009 com a Brawn, durante entrevista coletiva nesta quinta-feira (24) em Abu Dhabi, palco da sua despedida da categoria.

“Nada mudou. Estou apenas pensando que esta a minha última”, acrescentou. “É verdade que tenho um contrato para 2018, mas neste momento não vou estar correndo em 2018. A ideia do contrato é que, dentro de uns três meses, quando estivesse pensando em coisas a fazer no futuro, posso sentir que preciso da F1 na minha vida. Neste momento, isso não é o caso. É a última corrida, é assim que eu penso, mas quem sabe, isso pode mudar em seis meses, oito meses, um ano…”, finalizou Button.

Deixe uma resposta