Chapecoense tem 10 jogadores no elenco profissional e terá que usar base para cumprir ordem da CBF

Depois da tragédia que assolou o mundo do esporte, a Chapecoense tenta aos poucos se recuperar. No acidente com o voo que levava a delegação do clube para Medellín, na Colômbia, 71 pessoas morreram, sendo a grande maioria de funcionários. Dentre os 22 jogadores que estavam relacionados para a partida, 19 morreram no acidente e três ficaram feridos com gravidade.

A diretoria da Chapecoense agora aguarda duas definições, uma da Conmebol e outra da CBF. O clube disputaria a decisão da Copa Sul-Americana diante do Atlético Nacional, mas a entidade que regulamenta o futebol da América do Sul já cancelou a final e deve definir o título até o final do mês. O time colombiano já abriu mão da conquista e solicitou à Conmebol para declarar a Chapecoense como campeã.

Em âmbito nacional, o Campeonato Brasileiro, o time catarinense ainda teria uma rodada a jogar, diante do Atlético-MG, na Arena Condá. O Galo, adversário na partida, solicitou o cancelamento do jogo junto à CBF. O jogo teoricamente não vai alterar a tabela de classificação, já que os mineiros permanecerão na quarta colocação e os catarinenses deverão ter confirmada a sua vaga na Libertadores. Mas, no que depender do presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, a bola vai rolar.

“Conversei com o Del Nero e ele pediu para que façamos um grande evento em Chapecó. Eu falei para ele que não tinha 11 jogadores para colocar em campo e ele me pediu para escalar os jogadores que não viajaram e também os garotos do time juniores”, disse Ivan Tozzo, presidente em exercício da Chapecoense.

“Ele me disse que não importa o resultado. Tem de fazer uma grande festa porque todos nós de Chapecó e da Chapecoense merecemos”, completou Tozzo.

Ao todo a Chapecoense possui dez atletas no elenco profissional. Somado aos que são da equipe de juniores e estão em condições de jogo junto ao BID (Boletim Informativo Diário), seriam 30. Assim, pelo regulamento, a equipe teria condições. Mas pela comoção popular e o momento de tristeza que o clube catarinense tem vivido, a opinião popular já se voltou contra Marco Polo Del Nero.

Atualmente os jogadores que estão no elenco profissional da Chapecoense são: os goleiro Marcelo Boeck e Nivaldo, o lateral Cláudio Winck, os zagueiros Rafael Lima e Demerson, o volante Moisés, os meias Martinuccio, Hyoran e Nenén e o atacante Lourency. No entanto, alguns desses estão machucados, outros já negociados e com os contratos em seu final.

Deixe uma resposta