Ciência em pauta: Conselho Regional de Química promove evento no Museu do Amanhã para celebrar o Dia do Químico

Foto: Antônio Pacheco

No dia 18 de junho de 1956, o presidente Juscelino Kubitschek estabelecia a “Lei Maters”, que regularizava a profissão dos químicos no país. A partir de então, ela deixou de ser uma classe praticamente desconhecida e passou a operar mais ativamente no mercado, atuando na área tecnológica e melhorando a qualidade dos processos industriais nacionais. A data foi marcada como o Dia Nacional do Químico e, em comemoração a ela, o Conselho Regional de Química – Terceira Região propõe uma celebração ao profissional entre os dias 20 e 22 de junho, das 13h30 às 18h, com diversas atividades No Lab[Invertido], uma mostra impermanente e exploratória sobre os bastidores do Laboratório de Atividades do Amanhã (LAA), que acontece às terças e sextas-feiras, das 15h às 18h, no LAA.

O evento promete mostrar o quanto a química está presente nos mais diferentes aspectos ocupando o Laboratório de Atividade do Amanhã, em parceria ao ISI Química Verde, com o tema Tecnologia na Moda e a Química no Dia a Dia. A exposição contará com experimentações que demonstram as milhares de aplicações da química no nosso dia a dia, seja no que vestimos ou usamos, ou como ela atua no meio ambiente, seja na água ou no solo.

“Seja no que usamos ou vestimos, a química está presente em nosso cotidiano, mas diversas pessoas não têm essa percepção. A proposta do Dia do Químico busca aproximar a sociedade dessa atmosfera, proporcionando a oportunidade de compreender como tais aplicações podem interferir na vida de cada um por meio de experiências práticas”, diz Isaac Plachta, presidente do Conselho Regional de Química -Terceira Região. Em 2017, o CRQ-III comemora 60 anos de história e para se tornar um modelo de excelência, a gestão “Mudar para Crescer” aprimorou as instalações e a parte tecnológica. “Todo o esforço visa homenagear uma história de mais de seis décadas de vitórias que essa categoria conquistou e que ainda tem a conquistar”, reforça Plachta.

Outra atração do evento será a participação do escritor Ronaldo Barcelos, da coleção de livros infantis “Histórias Seguras, Guerreiros da Amazônia”, que conta a história de guerreiros convocados para salvar a floresta da devastação. Haverá sorteio do livro para o público que participará da exposição. No mesmo dia, os pequenos aprenderão como os repelentes naturais são fabricados, transformando o momento de aprendizagem e diversão em um momento também de proteção contra os mosquitos.

Quem visitar o Museu do Amanhã verá a mostra de tecidos biológicos criados pelos pesquisadores Ricardo Amaral Remer, engenheiro químico e doutor em ciências, e Win de Degrave, formado em química pela Universidade de Rijksunivesiteit, na Bélgica, e doutor em Biologia Molecular. O biotecido se dá a partir de materiais orgânicos ou resíduos, ou seja, tendem a ser menos agressivos ao meio ambiente, tanto na produção quanto na disposição final (que é um novo reciclo natural). Além disso, haverá exposição dos experimentos, com base nos fundamentos da Química Verde (reações químicas), e a exposição de lâminas, com visualização de células eucarióticas e procarióticas, com a finalidade de exemplificar algumas linhas de pesquisa. Também serão apresentadas algumas vertentes sobre o uso e confecção de cosméticos “verdes”, que não são prejudiciais ao meio ambiente.

“O evento Laboratório Invertido revela como funcionam as prototipações e experimentações nos bastidores do Laboratório de Atividades de Amanhã. Para finalizar essa temporada, temos o enorme prazer de receber o Conselho Regional de Química e do ISI Química Verde. Eles trarão experimentos e demonstrações do setor químico em “tecnologia vestíveis/usáveis.” Isso nos ajudará não só a abrir o caminho para a nossa próxima exposição do LAA sobre tecnologias vestíveis em Julho, mas também a celebrar os 60 anos do Conselho – um grande marco!”, enfatiza Marcela Sabino, diretora Laboratório de Atividades do Amanhã.

Serviço:

O evento será aberto aos visitantes do Museu do Amanhã

De 20 de junho a 22 de junho | Horário: 13h30 às 18h

Praça Mauá 1, Centro – Centro

INGRESSOS: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia)

Às terças-feiras a entrada é gratuita no Museu

Bilhete Único dos Museus (Museu do Amanhã + MAR):

R$ 32 (inteira) e R$ 16 (meia)

 

Joias Nativas

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here