Clube que vai retornar à Premier League após 45 anos, investe em jogador do Manchester City

De acordo com as informações do jornal inglês “Daily Mail”, o Huddersfield Town, time que vai retornar à elite do futebol inglês após 45 anos, pagou 8 milhões de libras (cerca de R$ 34,2 milhões) ao Manchester City para adquirir os direitos do meia Aaron Mooy. O australiano passa a ser o jogador mais caro da história do clube.

Mooy chegou ao Huddersfield por empréstimo e disputou 51 jogos pelo clube, marcando ao todo quatro gols e fazendo dez assistências. O meia foi importante para a promoção da equipe na Premier League. O valor de Mooy pode chegar a 10 milhões de libras (aproximadamente R$ 42,8 milhões) por conta de bônus contratuais já previstos.

O contrato terá duração de três anos e com opção de renovação automática para a quarta temporada. O jogador defendeu a seleção australiana em 28 oportunidades, marcando seis gols. Para sua campanha na elite inglesa, o Huddersfield renovou os contratos do treinador David Wagner e do assistente técnico Christoph Buehler.

Joias Nativas

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here