Com meta de 63 pontos para garantir acesso, Jorginho pede confiança

Derrotado por 2 a 1 para o CRB, em São Januário, o Vasco deixou o campo sob vaias no último sábado (15), pela Série B do Campeonato Brasileiro. Além da insatisfação direcionada aos jogadores, a torcida cobrou igualmente de Eurico Miranda e do técnico Jorginho. Faltando sete rodadas para o final do campeonato, o cruzmaltino tem traçada a meta de 63 pontos para se garantir na elite em 2017.

Atualmente a desvantagem para o Atlético-GO é de quatro pontos. Já em relação ao Bahia, que é o quinto, são cinco pontos a mais. Para atingir a meta traçada, o Vasco vai precisar vencer três das sete partidas que ainda restam. O técnico Jorginho admitiu que a cobrança da torcida é normal, mas pediu um voto de confiança.

“É justíssima a insatisfação da torcida. É normal o torcedor se manifestar da forma que se manifestou, até porque quer ver o Vasco sempre protagonista em casa e jogando bem. Nós fomos vaiados, treinador, equipe e presidente, mas não podemos esquecer de alguns trabalhos bons que fizemos. Ganhamos dos três grandes clubes do futebol brasileiro e carioca. Esse grupo já deu muitas alegrias ao Vasco e foi aplaudida de pé num passado bem recente. Então, não se pode desistir dele. Vamos trabalhar para que a coisa mude”, afirmou Jorginho.

O treinador terá uma semana inteira para preparar a equipe, já que só retorna a campo no sábado (22), quando encara o Paraná, às 16h30, no Kléber Andrade, em Cariacica.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here