Comédia “Marido ideal” estreia no Espaço Sergio Porto

Foto divulgação

“Marido Ideal”, dirigido e adaptado por Gilberto Gawronski estreia dia 20 de maio e faz curtíssima temporada no Espaço Cultural Sergio Porto. “Sempre quis montar Wilde. Ele consegue refletir com humor sobre as crenças que povoam a mente humana, mesmo escrevendo uma história que está sujeita às especificidades de uma época”, relata Gawronski. O elenco – Fellipe Mesquita, Karin Roepke, Márcio Malvarez, Paula Jubé, Stela Freitas, Tiago Ribeiro, Ticiana Passos e Zé Wendell – servirá no foyer do teatro, 30 minutos antes das apresentações, um flute de champagne gelada, um bem-casado, e uma cartilha com as máximas de Oscar Wilde, “isso tudo para o público, antes de o espetáculo começar, entrar, pelo estômago, no espírito da peça”, brinca Giberto. “Marido Ideal”, faz ensaios abertos nos dias 13(sábado), 14(domingo) e 15 de maio (segunda).

“A própria situação social, política e financeira do texto, permite que se estabeleça analogias com o tempo atual, acho que a plateia conseguirá fazer esta leitura”, afirma Gawronski. “Marido Ideal” é uma das peças mais encenadas em toda Europa, uma comédia de costumes inteligente e romântica que coloca em questão, através de diálogos com insinuações espirituosas, o que escondem os casamentos e a política.

O espetáculo tem como assunto uma situação que envolve o jogo de aparências da sociedade. Um ministro de Gabinete, Robert, está prestes a ser denunciado devido a atos que comprometem seu passado. Ele construiu sua fortuna vendendo um segredo de Estado a respeito do Canal de Suez. Agora é chantageado pela fascinante Laura, uma mulher de duvidosa moral, por conta disso. Uma série de volteios improváveis da trama se sucede. Robert acabará por se redimir, por meio de um heroico discurso ao público, e seu amigo, Arthur, salvará de vez sua reputação calando Laura. Gertrude, a esposa de Robert, perdoará o marido, depois de perceber o quão facilmente o escândalo teria destruído a estabilidade de sua vida.

“Quero oferecer ao público, além da trama, um pouco da biografia de Wilde e de sua obra literária”, comenta o diretor, que cita na adaptação trechos de “O Retrato de Dorian Gray”, “A Importância de Ser Perfeito”, “O Leque de Lady Winderme”, “Salomé”, etc. Também estão presentes na encenação informações históricas da trajetória do autor irlandês, como a sua condenação por ter “cometido atos imorais com diversos rapazes”. “De todos os personagens que Oscar Wilde criou em sua vasta produção teatral e, de forma mais ampla, literária, talvez o maior tenha sido justamente um de carne e osso: ele mesmo”, comenta o diretor.

Nos ensaios abertos, somente nos dias 13 de 15 de maio, “Marido Ideal” terá a participação do grupo Não Recomendados, citado na trama através de uma de suas músicas. “É uma música que fala justamente sobre a questão da liberdade e transgressão. O que não é recomendado a sociedade? A música tem grande relação com a história de Wilde” comenta Gilberto, que adaptada a mesma como texto na encenação. Nestes dias haverá um pocket show no término da sessão.

Serviço:

Espaço Cultural Sergio Porto: Rua Humaitá 163 – Humaitá, Rio de Janeiro/RJ
Fone: (21)2535-3846
Temporada: de 21 a 29 de maio
Dias e horários: Sábados e Segundas 21h; Domingos 20h.
Ingressos: R$40,00 (inteira) e R$20,00 (meia)
Classificação: 12 anos
Duração 80min

Ficha Técnica:
Texto: Oscar Wilde
Adaptação e Encenação: Gilberto Gawronski
Elenco: Fellipe Mesquita Karin Roepke Márcio Malvarez Paula Jubé Stela Freitas Tiago Ribeiro Ticiana Passos Zé Wendell
Iluminação: Ana Luzia de Simoni e João Gioia
Cenografia: Mina Quental
Figurino: Ticiana Passos e Tiago Ribeiro
Programação Visual: Renato Krueger
Fotos: Alex Santana
Direção de Produção: Rafael Faustini Produção Executiva: Breno Motta
Realização: GPS Produções Artísticas & Faustini Produções

 

Joias Nativas

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

*