Criticado por substituições, Abel explica o que tentou contra o Grêmio

Foto: Nelson Perez / Fluminense FC
Foto: Nelson Perez / Fluminense FC

A derrota do Fluminense por 2 a 0 para o Grêmio nesta quarta-feira (31), no Maracanã, pela Copa do Brasil, expôs críticas do torcedor tricolor ao técnico Abel Braga. O treinador acabou sendo forçado a fazer uma substituição logo cedo para recompor a sua zaga. Por conta da expulsão de Nogueira, antes mesmo dos cinco minutos de partida, Abel optou pela saída de Gustavo Scarpa para a entrada de Reginaldo, o que revoltou boa parte da torcida.

Apesar disso, já com a classificação difícil de ser alcançada, os torcedores do Fluminense cantaram em favor da equipe e apoiaram os jogadores mesmo diante do resultado adverso. Abel Braga elogiou a postura da torcida e também explicou as mudanças que fez.

“Na expulsão, o Scarpa vem até mim e pergunta quem vai para trás. O Reginaldo estava no aquecimento. Falei que ia o Orejuela. A gente ia ver se segurava o 0 a 0. Mas sofremos o gol e a coisa complicou. A gente tinha de sair para tentar empatar. Um volante de zagueiro é complicado. Para a nossa surpresa, Douglas passou mal. Outra mudança. Não poderia ter feito a terceira pois poderia machucar alguém, como machucou o Wendel. O torcedor pode ter certeza: não vai perder mais o tempo e o dinheiro dele para ver o Fluminense jogar. Estou grato ao torcedor. Hoje a torcida me fez sentir mais Fluminense do que nunca. Eles me levaram à emoção mesmo em uma eliminação”, comentou Abel.

O Fluminense volta a campo no sábado (03), quando enfrenta o Vitória, às 18hs (de Brasília), no Maracanã, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro.

Joias Nativas

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

*