Crivella fará reunião com secretários na Rocinha

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, disse hoje (25) que vai levar secretários à Rocinha amanhã (25) à tarde para encontrar lideranças comunitárias e tratar de obras e reformas na comunidade. Segundo o prefeito, a presença da polícia e das Forças Armadas permitirá que intervenções urbanas sejam feitas na área.

“Agora, nada nos impede”, disse Crivella, que mencionou a Companhia Municipal de Limpeza Urbana, a Rio Luz, a Rio Águas e a Secretaria Municipal de Conservação entre as instituições que participarão do encontro. “Marcamos para amanhã à tarde uma reunião com todos os secretários na Rocinha para retomarmos as reformas, as obras que estávamos para fazer e, por causa da violência que havia lá e da iminência de tiroteios, ficaram atrasadas”.

Crivella também comentou a entrevista que deu a uma rádio comunitária da Rocinha em que mencionou a ideia de criar um serviço telefônico para que moradores denunciem episódios de truculência durante a ocupação da comunidade.

“Já estou falando com o Iplan [empresa municipal de tecnologia da informação] e com o 1746 [serviço telefônico de atendimento da prefeitura] para tratarmos disso”, disse Crivella, que contou ter ouvido relatos de truculência policial durante a ocupação da comunidade. “É muito importante que haja um canal com o Poder Público para que eles possam falar”, acrescentou.

Sede de uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) desde 2012, a Rocinha registrou intensos tiroteios desde 17 de setembro, quando grupos criminosos rivais entraram em confronto pelo controle da comunidade. A Polícia Militar ocupou a Rocinha na segunda-feira (18) e recebeu o reforço das Forças Armadas na última sexta-feira (22). Os militares do Exército atuam no patrulhamento no entorno da comunidade, enquanto policiais do Comando de Operações Especiais agem dentro do território.

Agência Brasil

Joias Nativas

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

*