Dança contemporânea no Teatro Cacilda Becker

Foto divulgação

A Pulsar Cia de Dança apresenta “Nas vizinhanças de Renata” no Teatro Cacilda Becker, de 1º a 4 de dezembro. Em cena, sete bailarinos apresentam o resultado de pesquisa coreográfica baseada em solos criados por cada intérprete e as “contaminações” que surgem no processo, pela convivência em cena. O espetáculo tem concepção e direção de Maria Teresa Taquechel y Saiz. Em cena estão Andréa Chiesorin, Bruno Alsiv, Elizabeth Caetano, Marianne Panazio, Moira Braga, Raphael Arah e Victor Pesant.

A direção musical é de Bernardo Gebara, iluminação de Renato Machado, direção de artes e cenografia de Maria Célia Salgado, figurinos de Juliana Suassuna (Ateliê Muggia), e assistência de direção de Johanna Salazar.

“A partir das contaminações, interações, surgem as camadas, os contornos, os entornos e as sutilezas. Na pausa, espera e suspensão, há o vazio, a liberdade, a possibilidade de escuta, a autonomia que se dá na alteridade, onde se descobre que a diferença de cada um se dá no outro. Convivências, vizinhanças… É desta forma que materializamos o espetáculo”, explica Maria Teresa Taquechel y Saiz, diretora da companhia criada em 2000.

O título do trabalho faz referência a Renata Cockrane (1970–2013), bailarina que teve paralisia cerebral e foi membro da Pulsar por 12 anos. “A convivência com ela deixou um rastro muito presente pela sua forma de agir e mover-se no mundo, servindo, ela e suas vizinhanças, como mote inspirador para o espetáculo, no estudo da pesquisa teórica e prática”, conta Maria Teresa.

Neste espetáculo há pesquisas em relação à comunicação acessível em dança. “São pesquisas que não buscam necessariamente tornar o espetáculo acessível, mas brincamos com as linguagens referentes à acessibilidade, como libras e áudio-descrição, de forma gestual e poética, buscando aproximar o público a esse universo de forma artística”, acrescenta a diretora.

Histórico da Companhia

A Pulsar Cia de Dança, criada há 16 anos, dedica-se à construção de obras coreográficas em dança contemporânea, refletindo em sua pesquisa a multiplicidade do indivíduo e a produção artística entre corpos ímpares com resoluções próprias de movimento. Desde a sua criação, a Pulsar vem sendo contemplada com diversos prêmios que permitem manter a qualidade e o reconhecimento de seu trabalho nacional e internacional, entre os quais, Fomento às Artes Secretaria Municipal Cultura do RJ – 2016 / 2017, Fomento Viva a Cultura 2015; SMC – Fomento Viva a Arte 2014; Prêmio Klauss Vianna 2013 e 2012 (Circulação / Criação); Fundo de Apoio a Dança FADA – SMC 2011. Em 2009 realizou-se o primeiro Festival Corpos Ímpares através do Edital Caixa Cultural – Apoio a Festivais; e através de Fomentos realizou-se, em 2012, a 2ª edição e em 2015, a 3ª edição. Em 2004, recebeu das mãos do Presidente da República e do Ministro da Cultura, o Prêmio Ordem ao Mérito Cultural. Neste mesmo ano representou a América Latina na Cerimônia de Abertura do Internacional VSA Arts Festival, em Washington – DC – no Kennedy Centre.

Serviço:

“Nas vizinhanças de Renata”

Faixa etária: livre

Duração: 60 minutos

Teatro Cacilda Becker

1 a 4 de dezembro

Horário: 1/12 (5a), às 15h (Projeto Escola e Público em geral); 2/12 (6a) e 3/12 (sáb), ás 20h; 4/12 (dom), às 18 h

Endereço: Rua do Catete, 338 – Largo do Machado

Telefone:(21) 2265-9933

Funcionamento bilheteria: 4ª a domingo de 15h às 20h.

Ingresso: R$ 20,00 / R$ 10,00. Projeto escola gratuito.

Lotação: 140 lugares

 

Deixe uma resposta