De saída do Barcelona, Luis Enrique admite que foi um privilegiado em dirigir Messi

Na reta final da temporada europeia, Luis Enrique começa a recordar os bons momentos que viveu no Barcelona. Além dos títulos, o treinador também destacou o privilégio de ter treinado Messi. O espanhol admitiu que vai sentir falta do contato diário com o argentino.

“Neste meu adeus eu vejo o lado positivo de ter podido treinar Messi por três anos. Pude desfrutar disso. Não vejo pelo lado de que não poderei mais fazer isso”, disse Lucho, completando sobre a importância da vitória sobre o Real Madrid, no último domingo, em duelo válido pela 33ª rodada da Liga:

“Para ser campeão espanhol é preciso regularidade, e espero tê-la. Mas é evidente que o gol do Messi (aos 47 do segundo tempo, dando a vitória de virada por 3 a 2) e os outros dois foram um injeção de moral”, concluiu.

Suspenso, Neymar vai seguir como desfalque no Barcelona. A equipe entra em campo nesta quarta-feira (26), às 14h30 (de Brasília), diante do Osasuna.

Joias Nativas

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

*