Detran pode cassar carteira de policial suspeito de atropelar e matar ciclista | Agência Brasil

O Departamento de Trânsito do Rio de Janeiro (Detran-RJ) informou que pretende cassar a carteira do sargento da Polícia Militar Marcelo Soares, suspeito de atropelar e matar o ciclista Hélio Crespo. O empresário foi atingido quando andava de bicicleta, próximo à Praia da Barra da Tijuca, na zona oeste da capital fluminense, no último sábado (26).

Por meio de nota, o órgão informou que aguarda apenas que a Polícia Civil envie as informações sobre o caso para instaurar o procedimento. Ainda segundo o Detran, o policial responde a seis processos de suspensão do direito de dirigir e estava com a carteira de habilitação bloqueada desde novembro de 2016.

Marcelo Soares já tinha sido intimado a entregar o documento ao órgão, mas, segundo o Detran, não cumpriu a ordem. O sargento acumula 471 pontos na carteira de motorista, por multas aplicadas nos últimos cinco anos, e o carro envolvido no acidente também está irregular, com o licenciamento atrasado há dois anos.

As investigações sobre o caso estão a cargo da Polícia Civil. Soares é suspeito de ter fugido sem prestar socorro à vítima. Ele foi localizado e levado para prestar depoimento no último domingo (27).

O policial foi indiciado por homicídio culposo, que é quando não há a intenção de matar. A PM informou que a corregedoria da corporação instaurou procedimento para apurar a conduta dele.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

*