Dirigente do Bayern de Munique critica o brasileiro Douglas Costa

O presidente do Bayern de Munique, Uli Hoeness, criticou o brasileiro Douglas Costa, que deixou o clube alemão para acertar sua transferência para a Juventus, em julho. O mandatário concedeu entrevista ao jornal “Frankenpost” e afirmou que o jogador brasileiro é “mercenário”.

“Não fomos bem com o Costa porque ele é um mercenário. Nós realmente não gostamos disso”, disse Hoeness.

O presidente ainda alegou que em nenhum momento o jogador pensou nas condições do Bayern de Munique. A acusação é de que Douglas Costa teria feito uma pressão no clube alemão para que o seu salário fosse aumentado.

“Se alguém pensa que o Bayern pode ser pressionado a destruir contratos altos talvez ele não nos conheça. É uma tentativa desesperada de nos dizer que quer mais dinheiro. Pode tentar mais 10 vezes, mas não mudará nada”, finalizou.

Joias Nativas

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

*