Dupla acusada de pedofilia tem prisão temporária decretada

Alexandre Silva Baptista e Maurício Lucas Santos Silva tiveram a prisão temporária decretada pela Justiça no domingo (23). Eles são acusados de pedofilia e teriam estuprado dois meninos, de 12 e 13 anos.

De acordo com o Ministério Público (MP), órgão que entrou com o pedido de prisão, os menores prestaram depoimento na 35ª DP (Guaratiba) ontem, onde relataram que foram violentados. Os depoimentos das vítimas apontam que a pedofilia seria uma atividade recorrente dos acusados. O estupro de vulnerável é crime hediondo.

O MP também obteve um mandado de busca e apreensão nos endereços dos indiciados para apreender computadores, celulares e laptops que sirvam de prova. Foi obtida, ainda, a quebra de sigilo de dados de celular e computadores eventualmente apreendidos.

Segundo o promotor, um dos acusados, Mauricio encontrava-se preso no início da tarde desta segunda-feira (24). A Polícia Civil ainda está em busca de Alexandre Silva Baptista.

“Os indiciados, violentando as crianças com condutas ofensivas à dignidade humana das vítimas, com lascívia e obscenidade, são verdadeiros animais em seus sentimentos mais vis”, disse o promotor Lavorato.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here