Edu afirma que amistoso contra a Colômbia deve ter apenas ateltas que jogam no futebol brasileiro

Para evitar uma “saia justa”, a CBF deve solicitar apenas a convocação de jogadores que atuam no futebol brasileiro para o provável amistoso contra a Colômbia, em janeiro. O objetivo é realizar a partida como forma de homenagem e suporte aos familiares das vítimas do acidente com o voo da Chapecoense, que aconteceu na semana passada.

De acordo com Edu, coordenador de seleções da CBF, seria constrangedor receber um “não” dos clubes europeus para um jogo beneficente no meio da temporada europeia e fora de uma “data Fifa”.

“Nós estamos tentando entender a melhor forma de convocação, até porque convocar jogadores europeus é complexo. Eles vão estar jogando em seus clubes, em momentos talvez importantíssimos, e eu não gostaria de deixar o clube e o atleta em saia-justa, fazer o clube dar uma negativa para uma situação extremamente delicada como é um jogo desses, de homenagem”, afirmou Edu à rádio Bandeirantes.

“Vamos supor que eu ligue para o PSG dizendo que quero convocar um jogador deles. Se o clube ou o atleta dá uma negativa para uma situação dessas, é extremamente constrangedor. Não gostaria de colocar os clubes em uma situação dessas, de falar não”, completou.

A provável data para o amistoso contra a Colômbia é o dia 22 de janeiro. Nesse período os clubes europeus estarão no meio de suas temporadas, enquanto os brasileiros ainda estarão no período de pré-temporada. O local da partida ainda não está confirmado, mas Maracanã e Arena Condá aparecem como grandes possibilidades.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

*