Entre lesionados e não aproveitados, 13 jogadores da Chapecoense ficaram no Brasil

O técnico Caio Júnior relacionou 22 jogadores para a viagem a Medellín, na Colômbia, aonde a Chapecoense disputaria a primeira final da Copa Sul-Americana diante do Atlético Nacional. Todos os relacionados estavam no avião que sofreu um acidente a caminho da cidade colombiana que abrigaria a final do torneio Sul-Americano. Até o momento, apenas três sobreviveram (Follman, Alan Ruschel e Neto). Outro treze atletas não foram relacionados pelo treinador e escaparam do trágico acidente.

Neném: o meia de 34 anos está no clube desde 2009, quando a Chapecoense ainda disputava a Série D. Ele chegou a defender o Joinville em 2010, mas retornou à Chape e disputou nove jogos no ano.

Cláudio Winck: o lateral direito tem 22 anos e chegou ao clube emprestado pelo Internacional. Foi aproveitado nove vezes no ano e não atua desde julho.

Demerson: aos 30 anos, o zagueiro já teve passagem por clubes como Coritiba e Bahia. No ano foi utilizado apenas quatro vezes.

Marcelo Boeck: o jogador foi revelado pelo internacional e foi contratado pela Chapecoense no começo deste ano. Aos 32 anos, ele jogou 11 partidas pelo clube catarinense.

Hyoran: considerado uma das revelações mais promissoras da Chapecoense, Hyoran é um meia habilidoso e tem 23 anos. O jogador já está contratado pelo Palmeiras e vai defender o clube paulista em 2017. Não viajou por conta de uma lesão no joelho direito.

Alejandro Martinuccio: o atacante de 28 anos já teve passagem por grandes clubes como Cruzeiro e Fluminense. Este ano pela Chapecoense disputou apenas dez jogos e marcou um gol.

Nivaldo: o goleiro de 42 anos é um dos ídolos da Chapecoense e está no clube desde 2006, ainda na Série D. Ele virou reserva e não atuou neste ano.

Lourency: o jovem atacante tem 20 anos e ganhou espaço no clube nesta temporada. Fez 14 jogos e marcou um gol.

Pedro Perotti: também jovem, com 19 anos, o atacante é uma das revelações da Chapecoense e atuou apenas 22 minutos no ano, em partida do campeonato catarinense.

Rafael Lima: zagueiro de 30 anos ele chegou a ser titular, mas perdeu espaço durante a temporada. O jogador tem 20 partidas no ano e um gol marcado.

William Bergamin: o goleiro de 20 anos faz parte do elenco profissional e foi revelado esse ano. Ainda não disputou nenhuma partida oficial pelo clube.

Lucas Mineiro: Também jovem, o jogador de 20 anos está na Chapecoense desde 2015, após ser contratado do Vila Nova. Atuou três vezes na temporada.

Moisés: o jogador de 25 anos atua como volante e defendeu o Sampaio Corrêa no ano passado. Disputou 13 partidas pela Chapecoense no ano.

Confira a lista dos atletas relacionados para a partida na Colômbia:

Goleiros: Danilo e Follmann;
Laterais: Gimenez, Dener, Alan Ruschel e Caramelo;
Zagueiros: Marcelo, Filipe Machado, Thiego e Neto;
Volantes: Josimar, Gil, Sérgio Manoel e Matheus Biteco;
Meias: Cleber Santana e Arthur Maia;
Atacantes: Kempes, Ananias, Lucas Gomes, Tiaguinho, Bruno Rangel e Canela.

Deixe uma resposta