Falha do tremor de Amatrice pode ser vista em vídeo 360º

A falha que deu origem ao terremoto que devastou a cidade de Amatrice, na região central da Itália, no último dia 24 de agosto agora pode ser explorada virtualmente.

O Instituto Nacional de Geofísica e Vulcanologia (INGV) divulgou um vídeo em 360º do local, que pode ser acessado pelo computador, smartphone ou tablet. Basta mover o dispositivo ou o mouse para ver a rachadura de vários ângulos.

As gravações foram feitas no Monte Vettore, a partir de um helicóptero equipado com seis câmeras, que depois foram unidas para criar uma imagem só. É a primeira vez que essa tecnologia é usada para registrar um desastre sísmico.

“Esses dados serão utilizados para reconstruir digitalmente o terreno”, explica Massimo Chiappini, responsável pelo laboratório do INGV. “Além de capturar a longa fratura que se rompeu na terra, rochas e pedras quebradas também podem ser vistas”, acrescentou.

ANSA

Deixe uma resposta