Fernando Holanda no Solar de Botafogo

Foto divulgação

Fernando Holanda é cantor, compositor e violonista. Nascido e criado no Rio de Janeiro, o artista tem muitas fontes de referências mas seu EP, “Eu nem sabia”, é claramente influenciado pelo samba, blues e pela nova geração da MPB da qual ele também faz parte. As quatro faixas do trabalho narram o auto descobrimento do artista, o despertar de um homem mais maduro após o nascimento de seus filhos, uma conscientização oriunda da “simples e suave (coisa nenhuma)” experiência chamada paternidade.

“Eu nem sabia” traz quatro faixas – inspiradas e inspiradoras – autorais: Feliz Assim: Incidental Felicidade; Eu nem sabia – música que dá nome ao EP; Blues da Roupa Suja e Já Dizia Meu Irmão.

“Feliz Assim” fala sobre as descobertas pós paternidade e sua (re)conexão com o universo. A mágica dos encontros e desencontros da vida a dois, já cantado em verso e prosa pelo poetinha Vinícius de Morais, inspirou Fernando Holanda a compor “Eu Nem Sabia” e “Blues da Roupa Suja”. Finalmente, “Já Dizia Meu Irmão” retrata a fluidez das ideias, do subconsciente e a energia que capta a canção que está suspensa ainda em um mundo multidimensional, não palpável.

Aos 12 anos, Fernando Holanda começou a tocar bateria no Conservatório de Música Jardim Guanabara. Poucos anos depois, mergulhou fundo nas técnicas de violão popular e como autodidata, percorreu vários e diferentes caminhos da Música Popular Brasileira, tendo as mais diversas fontes como referência e um grande fascínio pelo Movimento Armorial – iniciativa artística que busca construir uma música erudita tipicamente nordestina – e a safra de músicos que o representa.

Atento e sensível as novas sonoridades, Fernando compila neste EP as melodias dos cantadores e a linguagem urbana. O resultado é um processo eclético e autoral marcado por faixas mezzo pop, mezzo rock, mezzo samba. “Eu nem sabia” é um ótimo cartão de visitas.

Fernando Holanda é autor de mais de 60 composições, já gravou dois CD’s autorais com a banda SantaFé: “Parceria” – direção: Reppolho, em 2009 e “Vai Varrer o Mapa” – direção: Júlio Teixeira, em 2013. Fernando também é idealizador do projeto “Construindo Ritmos” voltado para alunos da rede pública de ensino do Estado do Rio de Janeiro.

Saiba mais em: www. fernandoholanda.net

Serviço: Lançamento EP “Eu nem Sabia”

Dia: 11 de novembro (sexta)

Local: Solar de Botafogo – Rua General Polidoro, 180 – Botafogo

Horário: 21h

Couvert artístico: R$ 40 (inteira); R$ 20 (meia) e R$ 30 (lista amiga – mandar email para musicanosolar@gmail.com)

 

 

Deixe uma resposta