Governo dos EUA tranquiliza população quanto a ameaças nucleares

O secretário de Estado dos Estados Unidos, Rex Tillerson, disse nesta quarta-feira (9) que “os americanos pode dormir tranquilos”, ao minimizar importância das ameaças nucleares trocadas por Washington e Pyongyang.  A informação é da EFE.

Em declarações realizadas durante sua viagem da Tailândia até a base naval americana em Guam, no Oceano Pacífico, Tillerson afirmou que a população dos EUA não deveria se preocupar após o presidente Donald Trump ameaçar a Coreia do Norte com “fogo e fúria”.

Segundo ele, Trump estava tentando enviar uma “forte mensagem” ao líder norte-coreano, Kim Jong-un, pois o ditador “não parece entender a linguagem diplomática. Mas, nada do que eu vi ou saiba indica que a situação tenha mudado drasticamente nas últimas 24 horas”.

O secretário de Estado não encarou as declarações de Trump como uma ameaça de ataque preventivo contra a Coreia do Norte e opinou que o presidente “reafirmou que temos a capacidade de nos defender e defender os nossos aliados, e assim o faremos”.

A ameaça de Trump, que hoje lembrou que o poderio nuclear americano é “agora mais poderoso e forte do que nunca”, se deu justamente após a imprensa americana revelar que a inteligência dos EUA acredita que Pyongyang já é capaz de instalar uma ogiva nuclear em um míssil balístico intercontinental.

O teor das declarações sobre “fogo e fúria” por parte de Trump, discurso mais habitual por parte de Pyongyang do que de Washington, levou o regime norte-coreano a ameaçar os EUA com um ataque contra a base naval de Guam, com um míssil de médio alcance Hwansong-12.

A inteligência americana calcula que a Coreia do Norte dispõe de 60 armas nucleares, número acima de estimativas anteriores.

Agência Brasil

Joias Nativas

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

*