Homem que participou de rebelião no Maranhão é preso no Rio

Nilson da Silva Souza, conhecido como “Diferente”, foi preso nesta sexta-feira (4) por agentes do Batalhões de Operações Policiais Especiais (Bope) durante uma operação no Complexo do Alemão, na Zona Norte do Rio de Janeiro.

De acordo com a Polícia Militar, o homem fugiu do Presídio São Luís, no Maranhão, no dia 23 de maio deste ano e foi um dos líderes da maior e mais violenta rebelião já registrada no sistema penitenciário daquele estado. O movimento que aconteceu no Complexo de Pedrinhas, em novembro de 2010, deixou 18 mortos, sendo três por decapitação. A violência ganhou destaque nacional.

O criminoso já havia fugido da penitenciária em fevereiro com mais dois detentos e foi recapturado após assalto a uma agência dos Correios na cidade de Imperatriz, também no Maranhão.

No momento da prisão no Alemão, houve tiroteio com outros traficantes do local, no entanto ninguém ficou ferido. Nilson apresentou um documento de identidade falso, mas foi reconhecido pelas tatuagens e características físicas. A operação também teve apoio de omens do Batalhão de Ações com Cães (BAC).

Deixe uma resposta