Iluminação do Cristo Redentor e ação do Banco de Perucas celebram Outubro Rosa

O monumento do Cristo Redentor, no Morro do Corcovado, no Rio de Janeiro, ficará iluminado de rosa esta noite (3), em uma ação da Fundação Laço Rosa, com apoio da Arquidiocese do Rio e das concessionárias Trem do Corcovado e Paineiras, abrindo o calendário oficial do mês que alerta contra o câncer de mama. A iniciativa faz parte do movimento internacional Outubro Rosa.

Criada em 2011 por Aline Lopes, que descobriu ser portadora de câncer de mama na gestação, a Fundação Laço Rosa luta diariamente para mudar a realidade do câncer de mama no Brasil. Pioneira no projeto Banco de Perucas Online, a instituição criou o projeto Força na Peruca, “porque todas as organizações que lidavam com o resgate da autoestima da mulher com câncer de mama tinham o mesmo problema, que era a falta de profissionais”, disse a gerente-geral da Fundação Laço Rosa, Patricia Bullé.

O Força na Peruca veio suprir essa lacuna, uma vez que o projeto capacita pessoas para aprender a fazer perucas para mulheres em tratamento. “E a gente consegue estender a outros tipos de doença com queda capilar, como lúpus, alopécia, escalpelamento. A gente consegue resgatar autoestima como um todo”, ressaltou Patrícia.

A fundação trabalha também com políticas públicas, por meio do Fórum Estadual de Combate ao Câncer de Mama, que reúne organizações de câncer de mama do estado do Rio de Janeiro, para pontuar as dificuldades que cada uma enfrenta na sua região. “E a gente briga com o estado, com o governo, para melhor acesso à saúde da mulher”. A gerente-geral da Fundação Laço Rosa lembrou que o câncer de mama detectado cedo tem 95% de chance de cura.

O Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca), do Ministério da Saúde, estima que de 2016 a 2017, surgirão no Brasil quase 58 mil novos casos da doença.

Peruqueiros

O caminhão escola do projeto Força na Peruca está estacionado hoje (3) no Centro de Visitantes Paineiras, no Corcovado, aberto à doação de cabelos pela população, depois do início da campanha #fortalizese, que começou no Rio de Janeiro e já passou por Curitiba, Goiânia e Salvador. Na próxima sexta-feira (6), ele irá para o Parque Madureira, na zona norte da cidade, onde permanecerá por dois dias coletando cabelos, no horário de 13h às 16h. No dia 10, o caminhão estará no BarraShopping, zona oeste, até o dia 28 deste mês, com o mesmo objetivo, seguindo, no dia 29, para o município de Niterói, região metropolitana do Rio, antes de se dirigir a São Paulo.

No ano passado, o Força na Peruca capacitou 30 alunos em uma turma-piloto no Rio. Com as turmas deste ano, já são 90 peruqueiros formados no Brasil, e a ideia é chegar ao final do ano com um número superior a 100 pessoas capacitadas.

Segundo a gerente-geral da instituição, por meio do programa Bolsa de Perucas Online, mais de 3 mil famílias foram beneficiadas no país, “porque uma paciente com câncer de mama envolve toda a família”. O ‘kit’ peruca engloba, além da própria peruca, uma lembrança para a paciente como, por exemplo, um creme para as mãos ou um batom, e uma carta de incentivo de alguém que já passou por algum tipo de câncer e superou o problema. São distribuídos também folhetos informativos com os cuidados necessários para a saúde da mulher.

Madrinhas

Este ano, a campanha da Fundação Laço Rosa tem como madrinhas a atriz Camila Pitanga e a modelo Fernanda Motta. Para Patrícia Bullé, qualquer celebridade que apoie a causa demonstra grandeza de espírito. “É algo que não tem preço uma pessoa que dedica um pouco do tempo para fazer algo por outra”.

Agência Brasil

Joias Nativas

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

*