Indiciado por homicídio culposo PM que atropelou ciclista no Recreio

O policial militar Marcelo Soares que atropelou e matou o ciclista e empresário Hélio Crespo, de 40 anos, dono da rede de óticas New Ótica, na manhã do último sábado (26), na Praia da Reserva, no Recreio dos Bandeirantes, foi indiciado por homicídio culposo (sem intenção de matar), segundo o delegado titular da 16ª Delegacia Policial, na Barra da Tijuca, Marcus Neves, encarregado do inquérito.

A Polícia Militar informou, em nota, que policiais do 31º BPM do Recreio dos Bandeirantes receberam denúncias, na noite de domingo, sobre a localização do veículo Toyota Corolla, cor preta, que teria atropelado um ciclista na manhã do último sábado. Ao chegar ao local, os agentes constataram que o veículo pertencia a um policial militar, tendo sido imediatamente  acionada a supervisão que o conduziu para a 16ª delegacia, na Barra.

Marcelo Soares foi ouvido, autuado pelo crime de homicídio culposo e liberado pelo delegado de plantão. O policial também foi ouvido em procedimento de apuração interno da corporação para explicar o motivo de ter fugido do local após o atropelamento do empresário. Em seguida, foi novamente liberado.

De acordo com o Detran, o carro do policial militar tem 49 multas não pagas. As infrações de trânsito foram cometidas de novembro de 2015 a agosto de 2017, sendo que 18 foram cometidas somente neste ano. A maioria, por excesso de velocidade e avanço de sinal. A consulta ao banco de dados do Detran mostra também que, na madrugada do dia 13 de fevereiro de 2017, o carro recebeu sete multas em apenas 4 horas, por excesso de velocidade.

De acordo com informações da 16ª DP, da Barra da Tijuca, policiais da unidade localizaram o policial militar em casa, em Vargem Pequena, onde estava o carro usado no momento do acidente. O veículo foi levado para a delegacia e encaminhado para perícia.

Agência Brasil

Joias Nativas

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

*