Itália listou 5 mil suspeitos de terrorismo durante Jubileu

A Itália monitorou durante o Ano Santo do Jubileu mais de cinco mil estrangeiros que apresentavam riscos de terrorismo, informou nesta terça-feira (22) o ministro o Interior do país, Angelino Alfano. Em uma apresentação sobre os dados de segurança relacionados ao Jubileu Extraordinário convocado pelo papa Francisco e encerrado no domingo (20), Alfano disse que 5,3 mil pessoas eram suspeitas de manterem potenciais laços com “radicalização”.

Ao todo, foram realizados monitoramentos em 300 zonas públicas e 200 veículos, além de 500 buscas residenciais. O Jubileu, um dos principais eventos da Igreja Católica, ocorre a cada 25 anos, mas foi convocado de maneira extraordinária pelo papa Francisco para 2015-2016, com o tema da misericórdia. A celebração ocorreu durante o ano em que o alerta de terrorismo em toda Europa estava em nível máximo devido aos atentados que ocorreram na França e na Bélgica.

ANSA

Deixe uma resposta