Jogador do Bayer Leverkusen renuncia a salário durante punição de quatro meses

O meia Hakan Calhanoglu, do Bayer Leverkusen, renunciou ao próprio salário que recebe na equipe alemã após ser sancionado pela Fifa e ter que ficar sem jogar por quatro meses. A decisão do atleta de 22 anos foi anunciada no site oficial do clube.

“É óbvio para mim que não posso prejudicar o clube mais e renuncio meu salário (e bônus) durante minha suspensão. O Bayer não tem nada a ver com isso. O clube foi prejudicado por conta da punição, esportiva e economicamente, e por isso eu renuncio ao meu salário”, disse o jogador ao anunciar sua própria decisão.

O clube informou que Calhanoglu segue treinando com a permissão do Bayer mesmo sem poder utilizá-lo nos jogos.

“Mesmo sem poder entrar nos jogos, ele vai continuar apoiando seus companheiros de clube. O Bayer também apoiará o jogador em todos os aspectos”, publicou o clube alemão.

O jogador foi punido no último dia 2 por conta de uma transferência envolvendo o Trabzonspor, da Turquia, em 2011. Ele havia recebido 100 mil euros do clube turco para que deixasse o Karlsruher (seu clube de formação). A transferência, no entanto, acabou não acontecendo e o Trabzonspor entrou com uma relcmação na Fifa, em abril de 2013 alegando uma quebra de contrato do jogador. Além da suspensão, Calhanoglu teve que devolver o dinheiro para o time turco.

Joias Nativas

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

*