Juiz decreta prisão de torcedores do Vasco acusados de espancar jovem

O juiz Gustavo Gomes Kalil, da 4ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, decretou a prisão preventiva de David Paiva Mendes, Diego Augusto Carvalho Ribeiro, Diogo Gabriel de Souza e João Victor Correia Giffoni Hygino, membros de uma torcida organizada do Vasco. Os quatro são acusados de terem agredido Pedro Scudieri, torcedor do Fluminense, em fevereiro deste ano.

De acordo com o Tribunal de Justiça, eles vão a júri popular por tentativa de homicídio triplamente qualificado (motivo torpe, impossibilidade de defesa e forma cruel), organização criminosa e promoção de tumulto em eventos esportivos. Diogo e João Victor já foram presos. David e Diego Augusto são procurados pela polícia.

“A gravidade concreta dos fatos tais como imputados pelo autor é elevadíssima. Imputa-se organização criminosa e tentativa de homicídio com vítima sobrevivente que se encontra em estado vegetativo, conforme informações fornecidas por sua mãe”, afirmou o juiz em sua decisão.

Agressão

No dia 5 de fevereiro, enquanto aguardava um ônibus na Praça da Bandeira, zona norte do Rio, Pedro foi espancado pelos quatro réus, membros da torcida organizada Força Jovem do Vasco. Pedro é torcedor do Fluminense e integrante da torcida Bravo 52 e voltava de um jogo do clube. Ele sofreu traumatismo craniano, ficou em coma e esteve internado até setembro.

Na decisão, o juiz Gustavo Kalil destacou que o pedido de prisão preventiva feito pelo Ministério Público foi aceito para resguardar as testemunhas e impedir novas agressões, e levou em conta o histórico dos acusados e a gravidade do crime.

Joias Nativas

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

*