Justiça decreta prisão de acusados de matar líder comunitária

Foto: Divulgação

O juiz Alexandre Abrahão, da 3ª Vara Criminal da Capital, aceitou a denúncia contra o PM Nilton Carlos da Costa e os traficantes Álvaro Malaquias Santa Rosa e Rodnei de Menezes Andrade, acusados pelo assassinato da presidente da Associação de Moradores da Cidade Alta, Glória Maria dos Santos Mica. O crime aconteceu em dezembro do ano passado. O magistrado também decretou a prisão preventiva dos três:

“O perfil violento e a certeza de impunidade têm levado à pratica deste tipo de conduta no RJ. Tal atuar, especialmente quando conta com eventual cumplicidade de policiais militares, tem causado grande abalo na sociedade. Eis os argumentos pelos quais me convenci, concretamente falando, pela necessidade da manter a custódia cautelar dos acusados. Tais argumentos, em meu sentir, são suficientes para embasar o decreto de custódia cautelar prisional”.

Nilton, Alvaro e Rodnei irão responder por homicídio qualificado, crime tentado e Associação para o Tráfico.

 

Joias Nativas

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here