Manifestantes no Rio fazem ato contra a privatização de empresas estatais

Centrais sindicais, sindicatos e federações de diversas categorias, além de movimentos políticos e sociais, fazem manifestação hoje (3), no centro do Rio de Janeiro, contra a privatização de empresas estatais. Eles começaram a caminhar há pouco pela Avenida Rio Branco.

A concentração com centenas de pessoas ocorreu em frente ao prédio da Eletrobras, na Avenida Presidente Vargas. O governo quer privatizar a empresa e concluir o negócio até o primeiro semestre de 2018. Na semana passada, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) encaminhou ao Ministério de Minas e Energia a proposta de modelagem para a desestatização das distribuidoras do sistema Eletrobras nos estados do Acre, de Alagoas, do Amazonas, Piauí, de Rondônia e Roraima, nas regiões Norte e Nordeste do país.

Os manifestantes também são contra a privatização da Casa da Moeda e da Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae).

A manifestação é organizada pelo Comitê Nacional em Defesa das Empresas Públicas e conta com a participação da Central Única dos Trabalhadores (CUT), da Federação Única dos Petroleiros, da Frente Brasil Popular, do Movimento dos Atingidos por Barragens, entre outras entidades.

O ato interdita parcialmente a pista lateral da Avenida Presidente Vargas no sentido Candelária e a Avenida Rio Branco e provoca congestionamento.

Os manifestantes farão uma caminhada até a sede do BNDES, na Avenida Chile, seguindo depois para o prédio da Petrobras, localizado em frente, onde o ato está previsto para ser encerrado por volta das 16h.

 
Joias Nativas

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

*