Marketing do Corinthians prevê prejuízo caso time não classifique para a Libertadores

O Corinthians não está na zona de classificação para a Libertadores, mas vai alcançar uma vaga entre os seis primeiros na próxima rodada, caso vença o Atlético-PR, atuando em casa. Mais do que uma classificação, a disputa da competição continental vai trazer um ganho financeio ao clube e, uma não participação no torneio, seria “uma catástrofe”.

O superintendente de marketing do Corinthians, Gustavo Herbetta, afirmou que não jogar a Libertadores do ano que vem vai prejudicar o clube na busca por patrocinadores e consequentemente vai influenciar na receita do clube.

“Ficar fora da Libertadores significa menos visibilidade, menos exposição da marca e de patrocinadores, menos receita na Arena. Não é o final do mundo, são grandes times disputando vagas. Vários clubes sobrevivem sem a participação da Libertadores. Não é uma catástrofe. Comercialmente tem um impacto, é claro, e estamos buscando não ter esse impacto”, afirmou Herbetta, antes de falar sobre o tamanho do impacto.

“Tem uma parte tangível, que é porque a gente tem uma média histórica de receita e arrecadaçao nos jogos da Libertadores. Mas estamos disputando uma vaga na primeira fase da Libertadores, que é apenas um jogo. Também tem a conta intangível, como o retorno de ativações, de marcas parceiras que se associam e de ir ao mercado tendo a disputa da Libertadores no portifólio para apresentar aos parceiros”, disse.

Deixe uma resposta