Massa diz que dinheiro é fator fundamental na F1 e descarta equipes pequenas lutando pelo título

O brasileiro Felipe Massa, da Williams, ponderou a situação de sua equipe numa possível luta pelo título na Fórmula 1. Para ele, uma escuderia com investimento menor, tem possibilidade quase nula de conquistar bons resultados e lutar para ser campeã. Fã de futebol, ele chegou a lembrar do Leicester, que conquistou o campeonato inglês com um baixo orçamento, mas acredita que isso seja mais difícil na F1.

“Como pode um time que tem 80 milhões lutar contra um que tem 400 milhões?”, questionou Massa. “Você não vai ver isso acontecer”, apostou.

“Isso pode acontecer na Premier League, mas não é normal. É bem difícil ver no futebol um time que não tem dinheiro vencer todo mundo. É difícil, sabe? Mas talvez seja mais fácil no futebol do que na F1”, ponderou.

No entanto, o brasileiro acredita que esse cenário pode ser mudado quando se encerrar o atual “Pacto de Concórdia”, em 2020. A política da Fórmula 1 será mudada e os orçamentos devem ser equilibrados.

“Talvez isso aconteça um dia, mas vai levar tempo. A F1 tem esse Pacto da Concórdia que vai terminar em 2020, então acho que antes disso é impossível esperar mais times lutando pelo campeonato”, opinou.

Joias Nativas

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

*