MEC avalia a alfabetização de mais de 2,7 milhões de crianças até sexta

Até sexta-feira (25), 2.707.348 crianças do 3º ano do ensino fundamental das escolas públicas do país serão avaliadas para saber o nível da alfabetização em português e dos conhecimentos em matemática. A Avaliação Nacional da Alfabetização (ANA) é composta por um questionário voltado a professores e gestores das escolas e um teste para os estudantes. As provas começaram a ser aplicadas pelas escolas no dia 14 e devem ser concluídas até o dia 25. A duração é de dois dias e cada escola deve agendar a melhor data.

Os testes serão compostos por 20 itens. A prova de português tem 17 itens objetivos de múltipla escolha e três itens de produção escrita. Já o de matemática contém 20 itens de múltipla escolha. No primeiro dia de avaliação, os estudantes fazem o teste de leitura, com uma hora de duração, e o teste de escrita, com 30 minutos de duração. O teste de matemática, aplicado no segundo dia, tem uma hora de duração.

Os estudantes com deficiência terão 20 minutos a mais para cada uma das provas. De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), neste ano, foram solicitados 92.450 atendimentos especializados, o que representa 3,4% do total de alunos que farão as provas. A ANA terá 326 atendimentos especializados solicitados para cegueira, 26 para surdocegueira, 1.080 para surdez, 4.562 para baixa visão, 86.456 para outras deficiências e transtornos.

Avaliação

A ANA foi criada em 2013, quando ocorreu a edição piloto. Em 2014, foi feita a segunda aplicação. Em 2015, o exame não foi aplicado, segundo o Inep, por uma decisão pedagógica e para que os dados da avaliação de 2014 terminassem de ser processados.

Os resultados de 2014, divulgados no ano passado, mostraram que 57% das crianças têm um nível inadequado de aprendizagem em matemática. Além disso, 22% não aprenderam o adequado em leitura e 34% em escrita. Na divulgação, o então ministro da Educação, Renato Janine, classificou o resultado como preocupante.

A ANA foi criada a partir do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (Pnaic). O acordo estabelece que todas as crianças até os 8 anos de idade sejam alfabetizadas em português e matemática. Participam da avaliação de 2016 todas as escolas públicas urbanas e rurais brasileiras que tenham pelo menos dez alunos matriculados em turmas regulares do 3º ano do ensino fundamental. Ao todo, participam da avaliação 106.575 turmas de 48.860 escolas em 5.545 municípios.

Agência Brasil

Deixe uma resposta