Morre cobrador ferido em ataques a ônibus em Fortaleza

O cobrador de ônibus José Nunes de Sousa Neto, que sofreu queimaduras durante ataque a um ônibus em Fortaleza no dia 20 de abril, morreu na manhã de segunda-feira (8) no Instituto Dr. José Frota, onde estava internado.

Neto era deficiente físico e não conseguiu sair do ônibus no qual trabalhava quando um grupo de pessoas parou a linha, ordenou que os passageiros descessem e provocou um incêndio no veículo. Ele sofreu queimaduras de terceiro grau em 90% do corpo.

O Sindicato das Empresas do Transporte de Passageiros do Ceará (Sindiônibus) emitiu nota de pesar pela morte de Neto, que trabalhava na área desde 1979. “Infelizmente, essa última série de ataques vitimou um exemplar trabalhador do nosso sistema de transporte e deixou todos que atuam no setor de transporte de Fortaleza profundamente consternados”, dia a nota.

O incêndio criminoso que vitimou o cobrador foi um dos 21 ataques a veículos de transporte de passageiros que ocorreram nos dias 19 e 20 de abril na Grande Fortaleza. Dezesseis pessoas foram presas, e as principais linhas da capital circularam sob escolta policial para evitar novos ataques.

Agência Brasil

Joias Nativas

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

*