Morre torcedor argentino arremessado da arquibancada

Após ser arremessado da arquibancada durante uma partida entre Belgrano e Talleres, pelo Campeonato Argentino, no último sábado (15) o torcedor Emanuel Balbo teve sua morte confirmada nesta segunda-feira (17).

O jovem de 20 anos foi jogado do local em que acompanhava o clássico no Estádio Mario Alberto Kempes e sofreu traumautismo craniano. Ele ficou internado por dois dias em estado grave no Hospital de Emergência de Córdoba e sua morte foi decretada às 9h20, por um correspondente de uma rádio local.

Durante entrevista ao site “Mundo D”, o pai da vítima, Raúl Balbo, afirmou que a confusão começou após o filho identificar o assassino de seu irmão, um homem chamado Oscar “Papito” Goméz no meio da torcida. A partir disso, Papito e seus amigos começaram a agredir Emanuel.

A agressão foi filmada e mostra a vítima tentando saltar por uma saída da arquibancada, mas é arremessada por ao menos três pessoas. Após a queda, um homem atirou a cabeça do jovem contra o solo. Emanuel é torcedor fanático do Belgrano e assistia o jogo que não acontecia há 15 anos. No entanto, o mentor do crime alegou a seus companheiros que o jovem era torcedor do rival Talleres, o que causou a confusão.

“Primeiro, gostaria de esclarecer que meu filho não é torcedor do Talleres, não tem nenhuma tatuagem do Talleres e muito menos estava roubando no estádio. Meu filho é muito Belgrano”, afirmou o pai do garoto. Balbo estava acompanhado do amigo Lucas Ortega, que confirmou a declaração do pai. Até o momento, quatro suspeitos já foram presos pelo crime, incluindo pai e filho. Contudo, de acordo com a polícia local, “Papito” continua foragido.

A agressão é tratada como tentativa de homicídio qualificado. Segundo o vice-diretor do hospital, Maximiliano Titarelli, a vítima já havia chegado em situação bastante delicada e tinha pouca chance de sobreviver. Em comunicado oficial, o Belgrano, que era mandante no clássico, lamentou o episódio e pediu “reflexão pelo que aconteceu e se coloca à disposição dos organismos de segurança para colaborar no esclarecimento do caso”.

ANSA

Joias Nativas

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

*