MP denuncia quadrilha de travestis que assaltavam na Lapa

Foto: Wikipedia

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio da 2ª Promotoria de Investigação Penal da 1ª Central de Inquéritos, denunciou um grupo de 11 travestis que praticavam furtos e roubos na zona boêmia da Lapa, no Centro do Rio. A denúncia foi feita na segunda-feira (24).
 
No documento, o promotor de Justiça Marcelo Muniz Neves pede a prisão preventiva de dez dos 11 denunciados, por se tratarem de criminosos violentos que colocam em risco os frequentadores e trabalhadores da Lapa e para que as testemunhas, entre elas vítimas que costumam frequentar o lugar dos delitos, prestem depoimento sem medo. 
 
O grupo vem atuando há pelo menos seis meses e, em algumas ocasiões, com a participação  de menores. No dia 08 de janeiro, um dos denunciados, Raylander Teixeira Correa, e outro não identificado, com o auxílio de um menor, roubaram um celular e, ao serem confrontados pelas vítimas, deferiram um tapa em uma delas e ameaçaram a outra com um estilete.  Em 12 de fevereiro, às 6h na Avenida Mem de Sá, outros dois denunciados, Samuel Vieira de Melo Herdy e Renan Bela Bispo, novamente com um menor, roubaram documento de identidade e celular e ameaçaram a vítima com canivete.  
 
Os demais denunciados são Flavio Roberto da Silva, Douglas Ribeiro da Silva, Edson Santos França, Marco Aurélio Alves de Oliveira, Wellington Luiz Pereira Nery, Marcelo Rocha de Jesus Araújo, Allef Matheus Fernandes da Silva e Rafael Veloso Ferreira, sendo este último um taxista que não é travesti e, em 31 de dezembro do ano passado, ajudou Raylander, ocultando um celular em troca de R$ 50. Ele é o único cuja prisão preventiva não foi pedida na denúncia. 

 

Joias Nativas

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

*