MP e Polícia Militar realizam ação para prender 26 acusados de tráfico no Rio

Foto: Divulgação

Policiais militares e membros do Ministério Público Estadual (MPE) fazem hoje (16) operação para prender preventivamente 26 pessoas acusadas de atuar na venda de drogas das comunidades de Santa Teresa, na zona sul da cidade. Eles foram denunciados à 36ª Vara Criminal da capital por tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Entre os denunciados estão dois suspeitos de terem participado do assassinato do turista italiano Roberto Bardella no último dia 8, no Morro dos Prazeres, uma das comunidades de Santa Teresa: Bruno Gonçalves Campos Ferreira, conhecido como Maguila, e Claudio Augusto dos Santos, conhecido como Jiló.

Também foi denunciado Marcelo da Silva Guilherme, conhecido como Marcelinho dos Prazeres, apontado como chefe da quadrilha que atua na comunidade e que já está preso. Os outros dois procurados são Matheus Armond Ribeiro, vulgo “Matheuzinho”, e Queven da Silva e Silva, o “NT du Final”, acusados de balear um policial militar.

Os denunciados foram filmados por policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) que atuam nas comunidades dos Prazeres, do Escondidinho, de Julio Otoni e do Coroado. Segundo a denúncia do Ministério Público, entre os meses de março e maio deste ano foram registrados inúmeros ataques simultâneos contra as bases da UPP.

Ainda segundo a denúncia do MP, criminosos dos Prazeres e do Escondidinho frequentemente recebem reforços de aliados das comunidades vizinhas Fallet e Fogueteiro, sob o domínio da mesma facção criminosa. A ação da Polícia Militar e do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público está sendo feita em várias comunidades de Santa Teresa.

Joias Nativas

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

*