Na véspera do Enem, estudantes preferem relaxar para afastar nervosismo

Nada de livros, aulões e simulados. Na véspera do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), estudantes procuram formas de relaxar e aliviar a tensão pré-prova. Em algumas escolas, hoje (4) é dia de atividades para distrair os candidatos e afastar o nervosismo. As provas do Enem serão aplicadas amanhã (5) e domingo (6) a 8,6 milhões de inscritos.

Aluno do 3° ano do ensino médio do Colégio Marista de Brasília, Antônio Tabajara, 18 anos, tocava berimbau na escola no fim da manhã desta sexta-feira. Para ele, não é mais hora de estudar, e o momento é de manter a confiança no preparo feito nos últimos meses e afastar o nervosismo que pode atrapalhar durante a prova.

“O negócio é ter confiança, o que você tinha que estudar, já estudou. O preparo em si já foi feito, então, o importante é tentar manter o aluno relaxado para que quando chegar na prova ele consiga ter aquele desempenho a mais que se estivesse estressado talvez não fosse conseguir”, disse o estudante, que pretende cursar economia.

Matheus Filizola, 17 anos, também preferiu não estudar para o Enem hoje. Para ele, que se prepara para cursar engenharia de software, pegar nos livros na véspera do exame só o deixaria mais ansioso.

“Com tudo que estudei, acho que agora não preciso estudar mais nada, só relaxar. Se eu estudar mais só vai me deixar ansioso. Eu estava agora em uma aula de meditação e estava muito ansioso, mas saí de lá mais tranquilo”, contou. Matheus não descarta usar as técnicas de meditação que aprendeu se “bater o desespero” na hora do Enem. “Se bater um desespero vale a pena porque ai dá para ficar mais concentrado.”

Dicas

O coordenador de núcleo de atividades complementares do Colégio Marista, Guilherme de Freitas, recomenda que na véspera do exame os estudantes durmam bem e tenham uma alimentação leve antes da prova. E que amanhã e domingo saiam de casa com antecedência para não correr o risco de perder a prova. “Hoje é importante que eles tenham uma noite de sono de qualidade, uma alimentação leve, e procurem se hidratar pro dia da prova”, disse.

Amanhã, os estudantes vão ter quatro horas e 30 minutos para fazer as provas de ciências humanas e suas tecnologias e ciências da natureza e suas tecnologias. No domingo, serão cinco horas e 30 minutos para responder às questões de linguagens, códigos e suas tecnologias, língua estrangeira, matemática e suas tecnologias e elaborar uma redação.

Agência Brasil

Deixe uma resposta