Nenê diz que Vasco poderia ter subido de maneira mais confortável

Matematicamente o Vasco ainda não garantiu a sua vaga na elite do futebol brasileiro, mas o cruzmaltino está muito próximo de atingir esse objetivo. Com 62 pontos e ocupando a segunda colocação, o time vai garantir o acesso com apenas mais dois pontos, ou então com uma vitória nas duas partidas que faltam até o fim da competição.

Quando a Série B começou, o Vasco mostrou um bom futebol que já havia se feito presente durante o título invicto do Campeonato Carioca. A boa sequência fez o torcedor criar uma grande expectativa em relação a equipe. Aliás, também nesse período, o técnico Jorginho expôs o desejo de bater o recorde de pontos da história da Série B, que pertence ao Corinthians.

No entanto, o time que vinha folgado na liderança começou a ter tropeços em sequência que chegaram a ameaçar a sua presença no Campeonato Brasileiro do próximo ano. Para o meia Nenê, que marcou o gol da vitória sobre o Bragantino, nunca houve dúvida de que o Vasco estaria de volta a Série A. Mas o jogador admitiu que o time tinha que ter subido com maior antecedência.

“Nós nunca duvidamos de que voltaríamos, mas queríamos estar numa situação mais confortável. Com o time que nós temos, tínhamos que ter subido antes, mas aconteceu o que aconteceu. Os resultados começaram a não vir mais”, disse Nenê. 

O Vasco só volta a campo no próximo sábado (19), quando encara o Criciúma, no Heriberto Hulse, às 16h30. O goleiro Martín Silva, que está a serviço da seleção uruguaia, retorna ao time para esse jogo. Se vencer, o cruzmaltino se garante na elite.

Deixe uma resposta