Novos olhares revelados por festival internacional de fotografia chegam ao Rio de Janeiro

Lorena Antunes - Rio de Janeiro - Brasília Photo Show

Pela primeira vez no Rio, ciclo de exposições do Brasília Photo Show apresenta trabalhos premiados com mostra no período de maio e junho.

Quando o exato momento é captado pelas lentes do fotógrafo, a história daquela fração de tempo está apenas começando. Hoje, o fato inusitado, a luz perfeita ou a ocasião surpreendente viajam o mundo depois de um segundo clique que possibilita infinitas conexões, seja ele feito dos smartphones, dos tablets ou dos computadores. Conquistas de uma nova era que inspirou um projeto inédito: o Festival Internacional de Fotografia Brasília Photo Show. Em 2017, o BPS chega à terceira edição levando o primeiro ciclo de exposições ao Rio de Janeiro de 31 de maio a 30 de junho, na Fnac do Barra Shopping.

“O BPS é um festival que recebe trabalhos de fotógrafos amadores e profissionais de todas as partes do mundo. O essencial é aquilo que a foto desperta em quem lhe dedica o olhar. A técnica não é fundamental. Há pouco tempo atrás, isso seria uma grande blasfêmia”, explica Edu Vergara, fotógrafo idealizador e curador do BPS.

O festival também promove o contato dos fotógrafos com o público. Por isso, a legenda dos trabalhos expostos inclui dados da foto premiada e o e-mail do autor. O público estimado em todas as mostras ultrapassa os 5 milhões de espectadores. Para os interessados em participar da próxima edição, a temática é livre e as inscrições estão abertas até dia 2 de julho, pelo site do festival –  www.brasiliaphotoshow.com.br. Cada participante poderá inscrever até duas fotografias originais sem qualquer custo. Após este limite, é necessário efetuar pagamento por cada fotografia inscrita (máximo 20 fotos por pessoa).

“Recebemos desde imagens de pessoas que jamais pegaram em um equipamento profissional e capturaram, do smartphone, momentos com a exuberância e a beleza de um trabalho artístico, até fotos de profissionais que registram seu trabalho na National Geographic”, reforça Vergara.  

 FOTOS PARA LEVAR

Na segunda edição do BPS (2016/2017), quase 7 mil inscrições foram recebidas e 4,8 mil habilitadas e postadas no Facebook depois da curadoria do idealizador, gerando cerca de 10 milhões de visualizações auditadas pela rede social.  A partir daí, o público conectado ao Facebook e uma equipe de curadores ligados a galerias de arte – que trabalharam informalmente na escolha – chegaram aos mais de 600 trabalhos impressos nos livros já lançados (306 em cada edição). As publicações chamam a atenção pela estética e qualidade editorial. “As fotos que serão exibidas para o grande público no ciclo de exposições de 2017 são as que foram premiadas em 2016. Em 2018, quem participar do BPS deste ano poderá ter a obra exibida nas exposições”, enfatiza Vergara. Os livros estão à venda no site www.brasiliaphotoshow.com.br e na Fnac.

  MEMÓRIA EM IMAGENS

Números da Futuresource Consulting mostram que, em 2015, quatro bilhões de pessoas geraram 1.2 trilhões de fotos. O estudo, publicado na Revista Amateur Photographer (Reino Unido), revela que, atualmente, fotografa-se seis vezes mais do que em 2006.  A pesquisa foi feita nos Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Alemanha, França e Austrália. A principal ferramenta usada pelos entrevistados? O smartphone (79%). Tendo em vista este cenário, o BPS tem como um dos objetivos fazer uma curadoria destas imagens e garantir que elas também possam ser registros históricos, capazes de construir uma memória no futuro.  

SERVIÇO
Ciclo de mostras – Festival Internacional de Fotografia Brasília Photo Show
De 31 de maio a 30 de junho; visitação de segunda a sábado, das 10h às 22h. Domingos e feriados, das 15h às 21h. (Coquetel de abertura, dia 30/05, às 19h30)
Local: Fnac Barra – Barra Shopping, Av das Américas, 4666 lj B 101/114, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro
Tel (21) 2109-2000
Entrada gratuita
Livre

SOBRE O BRASÍLIA PHOTO SHOW
O Brasília Photo Show é rebento de um livro que contava a história visual da capital do Brasil e que foi editado pelo fotógrafo Edu Vergara em 2013. Em suas andanças pelo mundo, Edu passou por Hollywood e pensou em criar um festival de fotografia que tivesse a força e despertasse tanta curiosidade popular quanto as aclamadas premiações do cinema. No final de 2014, o Brasília Photo Show se transformou em um festival de fotografia lançado e gerido em rede social com participação de fotógrafos amadores e profissionais. Em abril de 2015, as primeiras inscrições/imagens produzidas com diversos tipos de câmeras – de celulares a equipamentos profissionais – começaram a chegar de todos os cantos do Brasil e do mundo. Depois de uma curadoria da equipe do BPS, os registros foram postados no Facebook para visualização, curtidas, comentários e compartilhamentos. A primeira edição do festival alcançou mais de 5,2 mil inscrições, milhões de visualizações, curtidas e compartilhamentos. As inscrições para a edição 2017/2018 do Festival Internacional de Fotografia Brasília Photo Show estão abertas até o dia 2 de julho.  Amadores e profissionais são bem-vindos ao festival. Mais informações na página http://brasiliaphotoshow.com.br.

 NÚMEROS

BPS 2015/2016

5,4mil fotos recebidas
2 mil imagens postadas no Facebook
Mais de 5,2 milhões de visualizações auditadas pela rede social

BPS 2016/2017

6,4mil inscrições                        
4,8mil imagens postadas no Facebook
10 milhões de visualizações auditadas pela rede social

SOBRE A FNAC
A Fnac é o maior varejista mundial de produtos de cultura, lazer e tecnologia. O mix de produtos da Fnac é único no mundo: livros, CDs, DVDs, equipamentos de áudio, vídeo, telefonia, fotografia, informática e serviços. Fundada há mais 60 anos na França e presente há 17 anos no Brasil, cada Fnac é um lugar de descobertas e experiências inovadoras, que aguçam a curiosidade, dada a imensa possibilidade de escolhas e o aconselhamento personalizado. Em todas as lojas, há espaços dedicados a exposições fotográficas e eventos culturais gratuitos. A Fnac é uma referência global de varejo omnichannel, com forte presença on line e 199 lojas na França, Suíça, Espanha, Portugal, Bélgica, Qatar, Marrocos, Costa do Marfim e Brasil, empregando mais de 15 mil funcionários. Em 2015, a rede recebeu um público de mais de 64 milhões de clientes, com faturamento de € 3,87 bilhões. Em julho de 2016, a Autoridade da Concorrência francesa autorizou a Fnac a comprar o Grupo Darty, multinacional especialista em eletroeletrônicos, eletrodomésticos, fotografia e informática, fundado em 1957, com 433 lojas na França (Darty e Mistergooddeal.com), Bélgica (Vanden Borre) e Holanda (BBC), com faturamento anual de € 3,65 bilhões.

 

 

Joias Nativas

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

*