Novos olhares revelados por festival internacional de fotografia chegam ao Rio de Janeiro

Foto divulgação

Pela primeira vez no Rio, ciclo de exposições do Brasília Photo Show apresenta trabalhos premiados com mostra no período de maio e junho.

Quando o exato momento é captado pelas lentes do fotógrafo, a história daquela fração de tempo está apenas começando. Hoje, o fato inusitado, a luz perfeita ou a ocasião surpreendente viajam o mundo depois de um segundo clique que possibilita infinitas conexões, seja ele feito dos smartphones, dos tablets ou dos computadores. Conquistas de uma nova era que inspirou um projeto inédito: o Festival Internacional de Fotografia Brasília Photo Show. Em 2017, o BPS chega à terceira edição levando o primeiro ciclo de exposições ao Rio de Janeiro de 31 de maio a 30 de junho, na Fnac do Barra Shopping.

“O BPS é um festival que recebe trabalhos de fotógrafos amadores e profissionais de todas as partes do mundo. O essencial é aquilo que a foto desperta em quem lhe dedica o olhar. A técnica não é fundamental. Há pouco tempo atrás, isso seria uma grande blasfêmia”, explica Edu Vergara, fotógrafo idealizador e curador do BPS.

O festival também promove o contato dos fotógrafos com o público. Por isso, a legenda dos trabalhos expostos inclui dados da foto premiada e o e-mail do autor. O público estimado em todas as mostras ultrapassa os 5 milhões de espectadores. Para os interessados em participar da próxima edição, a temática é livre e as inscrições estão abertas até dia 2 de julho, pelo site do festival –  www.brasiliaphotoshow.com.br. Cada participante poderá inscrever até duas fotografias originais sem qualquer custo. Após este limite, é necessário efetuar pagamento por cada fotografia inscrita (máximo 20 fotos por pessoa).

“Recebemos desde imagens de pessoas que jamais pegaram em um equipamento profissional e capturaram, do smartphone, momentos com a exuberância e a beleza de um trabalho artístico, até fotos de profissionais que registram seu trabalho na National Geographic”, reforça Vergara.  

 FOTOS PARA LEVAR

Na segunda edição do BPS (2016/2017), quase 7 mil inscrições foram recebidas e 4,8 mil habilitadas e postadas no Facebook depois da curadoria do idealizador, gerando cerca de 10 milhões de visualizações auditadas pela rede social.  A partir daí, o público conectado ao Facebook e uma equipe de curadores ligados a galerias de arte – que trabalharam informalmente na escolha – chegaram aos mais de 600 trabalhos impressos nos livros já lançados (306 em cada edição). As publicações chamam a atenção pela estética e qualidade editorial. “As fotos que serão exibidas para o grande público no ciclo de exposições de 2017 são as que foram premiadas em 2016. Em 2018, quem participar do BPS deste ano poderá ter a obra exibida nas exposições”, enfatiza Vergara. Os livros estão à venda no site www.brasiliaphotoshow.com.br e na Fnac.

  MEMÓRIA EM IMAGENS

Números da Futuresource Consulting mostram que, em 2015, quatro bilhões de pessoas geraram 1.2 trilhões de fotos. O estudo, publicado na Revista Amateur Photographer (Reino Unido), revela que, atualmente, fotografa-se seis vezes mais do que em 2006.  A pesquisa foi feita nos Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Alemanha, França e Austrália. A principal ferramenta usada pelos entrevistados? O smartphone (79%). Tendo em vista este cenário, o BPS tem como um dos objetivos fazer uma curadoria destas imagens e garantir que elas também possam ser registros históricos, capazes de construir uma memória no futuro.  

SERVIÇO
Ciclo de mostras – Festival Internacional de Fotografia Brasília Photo Show
De 31 de maio a 30 de junho; visitação de segunda a sábado, das 10h às 22h. Domingos e feriados, das 15h às 21h. (Coquetel de abertura, dia 30/05, às 19h30)
Local: Fnac Barra – Barra Shopping, Av das Américas, 4666 lj B 101/114, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro
Tel (21) 2109-2000
Entrada gratuita
Livre

SOBRE O BRASÍLIA PHOTO SHOW
O Brasília Photo Show é rebento de um livro que contava a história visual da capital do Brasil e que foi editado pelo fotógrafo Edu Vergara em 2013. Em suas andanças pelo mundo, Edu passou por Hollywood e pensou em criar um festival de fotografia que tivesse a força e despertasse tanta curiosidade popular quanto as aclamadas premiações do cinema. No final de 2014, o Brasília Photo Show se transformou em um festival de fotografia lançado e gerido em rede social com participação de fotógrafos amadores e profissionais. Em abril de 2015, as primeiras inscrições/imagens produzidas com diversos tipos de câmeras – de celulares a equipamentos profissionais – começaram a chegar de todos os cantos do Brasil e do mundo. Depois de uma curadoria da equipe do BPS, os registros foram postados no Facebook para visualização, curtidas, comentários e compartilhamentos. A primeira edição do festival alcançou mais de 5,2 mil inscrições, milhões de visualizações, curtidas e compartilhamentos. As inscrições para a edição 2017/2018 do Festival Internacional de Fotografia Brasília Photo Show estão abertas até o dia 2 de julho.  Amadores e profissionais são bem-vindos ao festival. Mais informações na página http://brasiliaphotoshow.com.br.

 

NÚMEROS

BPS 2015/2016

5,4mil fotos recebidas
2 mil imagens postadas no Facebook
Mais de 5,2 milhões de visualizações auditadas pela rede social

BPS 2016/2017

6,4mil inscrições                        
4,8mil imagens postadas no Facebook
10 milhões de visualizações auditadas pela rede social

SOBRE A FNAC
A Fnac é o maior varejista mundial de produtos de cultura, lazer e tecnologia. O mix de produtos da Fnac é único no mundo: livros, CDs, DVDs, equipamentos de áudio, vídeo, telefonia, fotografia, informática e serviços. Fundada há mais 60 anos na França e presente há 17 anos no Brasil, cada Fnac é um lugar de descobertas e experiências inovadoras, que aguçam a curiosidade, dada a imensa possibilidade de escolhas e o aconselhamento personalizado. Em todas as lojas, há espaços dedicados a exposições fotográficas e eventos culturais gratuitos. A Fnac é uma referência global de varejo omnichannel, com forte presença on line e 199 lojas na França, Suíça, Espanha, Portugal, Bélgica, Qatar, Marrocos, Costa do Marfim e Brasil, empregando mais de 15 mil funcionários. Em 2015, a rede recebeu um público de mais de 64 milhões de clientes, com faturamento de € 3,87 bilhões. Em julho de 2016, a Autoridade da Concorrência francesa autorizou a Fnac a comprar o Grupo Darty, multinacional especialista em eletroeletrônicos, eletrodomésticos, fotografia e informática, fundado em 1957, com 433 lojas na França (Darty e Mistergooddeal.com), Bélgica (Vanden Borre) e Holanda (BBC), com faturamento anual de € 3,65 bilhões.

 

 

Joias Nativas

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

*