PF faz operação em Sorocaba contra vídeos e fotos com abuso sexual infantil

Foto: PF/ Divulgação

A Polícia Federal deflagrou hoje, em Sorocaba (SP), a Operação Acervo Proibido. É para identificar os responsáveis pela distribuição de vídeos e fotos que mostram abuso sexual de crianças e adolescentes.

Os acusados moram na cidade e são investigados desde abril de 2015. A Justiça Federal autorizou a busca e apreensão em 20 locais e a prisão preventiva de quatro pessoas. Os vídeos e fotos eram divulgados pela internet.

Há indícios de participação de dezenas de estrangeiros numa rede internacional de distribuição dos arquivos. A Interpol auxilia nas investigações envolvendo países como Alemanha, Emirados Árabes, Equador, Espanha, Estados Unidos, Holanda, México, Nicarágua e Peru.

Os suspeitos poderão responder por prática de sexo ou ato libidinoso com menor de 14 anos, crime previsto no Código Penal, cuja pena é 8 a 15 anos de prisão, e também pelos crimes previstos no Estatuto da Criança e do Adolescente, que gera prisão de um a 8 anos pela produção e distribuição de filmagens e fotografias com menores de idade.

Agência Brasil

Joias Nativas

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

*