PM reforça a segurança no Pavão-Pavãozinho

Armas apreendidas na segunda-feira (Foto: Divulgação-PMERJ)

O policiamento segue reforçado por tempo indeterminado, nesta terça-feira (11), na comunidade Pavão-Pavãozinho, localizada na divisa entre os bairros de Copacabana e Ipanema, Zona Sul do Rio de Janeiro. 

De acordo com a Polícia Militar, homens do 19º BPM (Copacabana), do 23º BPM (Leblon) e de outras UPPs estão no local, além do Batalhão de Ação com Cães (BAC). Até a publicação desta nota, não havia registro de confrontos. 

Já a segunda-feira (10) foi de intensos e violentos tiroteios quase que o dia inteiro. Criminosos atacaram a base da UPP local por volta das 9h. Dois traficantes foram baleados em confrontos. Eles foram socorridos para o Hospital Miguel Couto, na Gávea, mas não resistiram aos ferimentos. Eles estavam com um fuzil AK-47. Um terceiro criminoso caiu de um penhasco e também morreu. Ele estava com uma mochila com aproximadamente 8 quilos de cocaína. As circunstâncias da queda vão ser apuradas

 
No período da tarde, durante patrulhamento na região, houve novo confronto e o comandante da UPP Pavão/Pavãozinho, Vinicius Apolinário de Oliveira, e outros dois PMs do Choque foram feridos. Eles foram socorridos para o Hospital Central da PM (HCPM), dois deles já receberam alta.
 
Na ação, seis suspeitos armados com fuzis foram encurralados em um trecho de mata no alto da comunidade. Após negociações com policiais militares do Batalhão de Choque (BPChoque), das UPPs Fallet e Pavão, eles se renderam. Dois dos criminosos estavam feridos e foram encaminhados para o Miguel Couto. Com o grupo, a PM apreendeu cinco fuzis e uma pistola com kit-rajada. O Choque prendeu outros dois criminosos durante patrulhamento em outro trecho da comunidade.
 

 

Joias Nativas

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here